Ambev vende menos cerveja no 2º trimestre de 2023

Ambev vende menos cerveja

Ambev vende menos cerveja. O desempenho de volume total orgânico no Brasil (Cerveja -2,5% e NAB -2,2%) no 2º trimestre de 2023 foi impactado principalmente por uma indústria fraca e pela base de comparação com o 2º trimestre de 2022.

Diante do volume menor, as ações da Ambev figuram hoje (3/8) entre as maiores baixas do Ibovespa.

Nas operações internacionais, o volume positivo (+0,6%) na América Latina Sul (“LAS”) – apesar de um contínuo ambiente macroeconômico desafiador na Argentina – foi mais do que compensado pela América Central e Caribe (“CAC”) (-2,8%) e Canadá (-6,2%).

CLIQUE AQUI ou abaixo para baixar o aplicativo Grana:


Comentário do CEO da Ambev

“Entregamos mais um trimestre de expansão de margem, impulsionado por um crescimento consistente da receita líquida e menores pressões de custos.” – Jean Jereissati, CEO da Ambev.

Receita Líquida (orgânica) +20,0% na comparação anual

O desempenho da receita líquida foi impulsionado pelo crescimento da receita líquida por hectolitro (“ROL/hl”) de 22,8%.

A receita líquida cresceu na maioria das nossas unidades de negócios: LAS2 +82,1%, Cerveja Brasil +10,1%, NAB Brasil +7,5% e CAC +4,8%, enquanto no Canadá ficou estável (0,0%).

EBITDA Ajustado (orgânico) +34,2% na comparação anual

O EBITDA ajustado cresceu 34,2% na soma de todas as unidades de negócios: LAS +109,8%, Cerveja Brasil +29,7%, NAB Brasil + 24,9%, CAC +7,9% e Canadá +4,1%.

O crescimento foi impulsionado pelo desempenho da receita líquida combinado com menor crescimento do CPV/hl e do SG&A excluindo depreciação e amortização (dados os preços mais baixos de câmbio e commodities e eficiências em geral), levando à expansão da margem EBITDA em 300 pontos base.

Lucro Ajustado R$ 2,681 bilhões

O lucro ajustado diminuiu 13,1% em relação aos R$ 3,086 bilhões no segundo trimestre de 2022. O lucro ajustado do ano passado foi impactado positivamente por créditos tributários extraordinários no Brasil de R$ 1,234 bilhão. Ausentes tais créditos tributários extraordinários e seus efeitos relacionados, o lucro ajustado teria crescido 18%.

Fluxo de caixa das atividades operacionais R$ 3,415 bilhões

O fluxo de caixa das atividades operacionais aumentou 55,1% para R$ 3,415 bilhões no 2º trimestre de 2023,  em relação a R$  2,202 bilhões no 2º trimestre de 2022, devido a um melhor ciclo de capital de giro impulsionado principalmente por redução de estoques principalmente em embalagens e matérias-primas, além da melhoria de recebíveis, dado menor reconhecimento de créditos tributários no Brasil e menores volumes no CAC e Canadá.

(*) Fonte de conteúdo: Ambev

Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Facebook
Twitter
LinkedIn
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App