GPA recebe proposta de R$ 4 bilhões pela venda da rede colombiana de supermercados Éxito

GPA recebe proposta de R$ 4 bilhões pela Éxito

GPA recebe proposta. O Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) informou, na noite desta quarta-feira (29), que recebeu uma oferta não solicitada e não negociada previamente com a administração, para a aquisição da totalidade da participação da companhia (de 96,52%) na rede colombiana de supermercados Éxito.

O valor da oferta é de US$ 836 milhões (aproximadamente R$ 4,050 bilhões no câmbio do dia) e foi feita pelo bilionário Jaime Gilinski, um banqueiro e incorporador colombiano.

CLIQUE AQUI ou abaixo para baixar o aplicativo Grana:

Relatório da Levante Research sobre Pão de Açúcar (PCAR3)

A oferta vale até o dia 7 de julho e, se for aceita, será paga à vista em dinheiro e concretizada através de uma oferta pública de aquisição de ações (OPA). Atualmente, o GPA é dono de 730 lojas e de uma das marcas mais conhecidas do varejo alimentar brasileiro.

Entretanto, vale lembrar que a empresa tem entregado uma margem EBITDA negativa (pré-IFRS) e prejuízo, com uma margem líquida positiva que depende da desalavancagem da companhia, além de uma reestruturação operacional que ainda possui riscos.

Importante ressaltar, também, que a transação deve tornar ainda mais evidente o valor descontado do GPA, que está em processo de cisão do Éxito. A companhia vale hoje R$ 4,4 bilhões na B3, bem próximo ao valor da oferta recebida pela varejista.

Se o GPA aceitar a proposta, uma venda direta como esta poderia ser mais rápida e segura do que o próprio processo de spin-off que está em andamento e já dura mais de um ano nas três jurisdições onde o GPA é listado (Brasil, NYSE e Colômbia).

Considerando que a varejista fechou o 1T23 com uma dívida líquida de R$ 3 bilhões e alavancagem de de 2,7x, o GPA passaria para uma posição de caixa líquido caso a venda do Éxito se concretize.

Além disso, considerando também que o comprador não é outro varejista, o processo deve ocorrer ainda mais rapidamente, visto que não deve enfrentar restrições regulatórias e antitruste.

Apesar do valuation da oferta estar acima das estimativas para o Grupo Éxito, ela é inferior ao valor de mercado do Éxito hoje e abaixo do valuation esperado pelo próprio GPA para o ativo em seu plano de desinvestimento – fatores estes que podem levar a uma certa resistência à aceitação da oferta por parte do Conselho.

Entretanto, acreditamos que, levando em consideração os níveis de endividamento do GPA, o risco da oferta não ser concretizada é pequeno. Sendo assim, esperamos um impacto positivo nas ações do GPA nesta quinta-feira (29/6).

(*) Fontes de conteúdo: CVM, B3, Grupo Pão de Açúcar RI e casa de análise Levante Research.

Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Facebook
Twitter
LinkedIn
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App