ETFs que pagam dividendos podem ser listados na Bolsa (B3) a partir de 30 de janeiro de 2023

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

ETFs que pagam dividendos

ETFs que pagam dividendos (proventos), sejam de ações locais ou de ações internacionais, podem ser listados e negociados na bolsa brasileira (B3) a partir de 30 de janeiro de 2023.

ETFs que pagam proventos (dividendos) podem ser listados na Bolsa a partir de 30 de janeiro de 2023

O que são ETFs

Os Exchange Traded Funds (ETFs) são fundos de investimento que têm suas cotas negociadas em Bolsa, garantindo mais liquidez para o investidor desse ativo. São chamados fundos de índices, pois seguem o desempenho de um índice de referência, que pode ser brasileiro ou internacional. Quando você compra um ETF, está comprando uma carteira diversificada de ativos.

Em termos de praticidade, os ETFs podem ser negociados de forma semelhante a negociação de ações em Bolsa.

Qual será periodicidade dos proventos

O gestor do ETF poderá estabelecer, no regulamento do fundo, uma periodicidade para que a distribuição de proventos (dividendos) aconteça. Ela pode ser mensal, semestral, anual ou outro período, mas nunca menor do que 30 dias.

Opção de diversificação

O produto surge como uma nova opção de diversificação para o investidor, que já pode negociar também ETFs de criptoativos, de renda fixa, além dos já tradicionais ETFs de índices de ações como os que seguem o Ibovespa B3 e o ISE B3.

“Vemos de forma muito positiva a ampliação da oferta de produtos disponíveis, para que o investidor possa escolher aplicações adequadas a seu perfil de risco, seus objetivos e à necessidade de diversificação da carteira, tão importante para a administração de riscos”, afirma Marcos Skistymas, superintendente de Produtos de Equities, Juros e Moedas da B3.

Imposto de Renda sobre ETFs

Os proventos pagos pelos ETFs sujeitam-se à incidência do Imposto de Renda a ser retido pelo administrador à alíquota de 15%.

Vale lembrar que ETFs já listados não passarão a distribuir proventos, apenas novos fundos que sejam listados nessas condições poderão fazer o pagamento de proventos.

ETFs em números na B3

Os ETFs equivalem a uma cesta diversificada de ações com exposição a diversas classes de ativos, com recortes geográficos, setoriais, por tamanho de empresa e mercados.

Hoje, são 91 ETFs disponíveis à negociação na bolsa do Brasil, sendo 80 ETFs de renda variável (33 locais e 47 internacionais) e 11 ETFs de renda fixa.

Em 2022, a B3 registrou 92 milhões de negócios com ETFs, que movimentaram uma média de R$ 1,489 bilhão por dia. Dos 536 mil investidores no produto, quase 532 mil são pessoas físicas.

(*) Fonte de conteúdo: B3.

O Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App