Carteiras recomendadas novembro 2022: Veja os ativos selecionados por analistas

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Carteiras recomendadas novembro 2022

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre as principais carteiras recomendadas por corretoras e plataformas de investimentos para o mês de novembro de 2022 na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Imagem ilustrativa criada por Gerd Altmann/Pixabay.

Carteiras recomendadas novembro 2022

Ágora Investimentos – Carteira Top 10

Formulada pela equipe do estrategista José Francisco Cataldo Ferreira, a carteira Top 10 incluiu as ações da Cyrela (CYRE3) em substituição aos papéis da MRV Engenharia (MRVE3).

Veja a justificativa da Ágora para a entrada de Cyrela reproduzida na sequência:

“Para a safra de balanços do 3º trimestre de 2022 esperamos que a Cyrela seja o destaque do setor de construção civil, após apresentar uma prévia operacional sólida, com aceleração nos lançamentos (lançou R$ 2 bilhões exceto permuta) e manteve boa velocidade de vendas.

Além disso, a pressão de custo parece desacelerar, uma vez que o INCC vem perdendo tração mês a mês, e assim, acreditamos que o piso para as pressões nas margens já possa ter ficado para trás. No trimestre, a companhia pode apresentar também algum ganho de capital pontual por conta da venda de participação na Cury.

Ainda a favor da companhia, entendemos que a Cyrela seja o melhor veículo no setor para se posicionar de uma possível queda de juros em 2023, uma vez que a companhia é a mais líquida entre as incorporadoras listadas.

Por fim, gostamos da possibilidade de diversificação entre os segmentos de renda, pois a Cyrela oferece exposição para o segmento de média/alta renda em maior grau, mas também opera nas classes de baixa renda”, descreve o relatório Estratégia Mensal da Ágora.

Com a mudança, a carteira Top 10 da Ágora passou a ser formada por: Ambev (ABEV3), B3 (B3SA3), Eletrobras (ELET6), Iguatemi (IGTI11), Itaú (ITUB4), Lojas Renner (LREN3), Cyrela (CYRE3), Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Weg (WEGE3).

José Francisco Cataldo Ferreira, estrategista de análise da Ágora Investimentos

BB Investimentos – Carteira Fundamentalista

Os analistas da BB Investimentos – Victor Penna (CNPI) e Wesley Bernabé (CFA) – para novembro, promoveram apenas duas alterações na carteira de ações, com as saídas de Bradesco (BBDC4) e Cielo (CIEL3).

Passam a fazer parte do portfólio as ações da Minerva (BEEF3), dada a melhora do ciclo bovino e dinâmica favorável de resultados, e B3 (B3SA3), que captura de forma mais ampla nossa expectativa de melhora da bolsa com os novos patamares de volume e maior apetite ao risco por parte dos investidores.

De formal geral, a estratégia da BB Investimentos segue setorialmente diversificada, com 30% do peso no setor financeiro, 20% em commodities, 20% em imobiliário, 20% em consumo cíclico e não-cíclico e 10 em educação.

Os analistas mantiveram: Ambev (ABEV3), BTG Pactual (BPAC11), Cogna (COGN3), Cyrela (CYRE3), Itaú (ITUB4), Magazine Luiza (MGLU3), MRV (MRVE3) e Vale (VALE3).

BTG Pactual – Carteira 10 SIM

Em novembro, a equipe do BTG Pactual decidiu incluir novos temas, aumentando a diversificação enquanto espera mais clareza do governo eleito. Os analistas adicionaram a Raízen na carteira 10SIM, pois acreditam que o governo Lula tem menos probabilidade de estender isenções de impostos sobre combustíveis no próximo ano, ajudando o etanol a recuperar parte de sua competitividade.

Os analistas decidiram retomar a exposição à carne bovina, via Minerva. O ciclo do gado no Brasil está passando por um “turnaround” com potencial para melhorar as margens dos frigoríficos. A demanda por carne bovina brasileira é forte e os valuations são atrativos.

O BTG adicionou exposição ao setor de petróleo e gás através da empresa de PetroRio, pois entendem como a melhor forma de ganhar exposição ao petróleo, enquanto evitam a Petrobras, por enquanto.

Companhias do setor de transportes Localiza e Rumo, as varejistas Arezzo e Renner, a concessionária Eletrobras e o Itaú completam o portfólio. Para abrir espaço para os recém-chegados, Ambev e Sabesp saíram da carteira 10 SIM.

Com as mudanças, a carteira do BTG Pactual é formada por: Raízen (RAIZ4), Minerva (BEEF3), PetroRio (PRIO3), Localiza (RENT3), Rumo (RAIL3), Arezzo (ARZZ3), Lojas Renner (LREN3), Eletrobras (ELET6), Itaú Unibanco (ITUB4) e Cyrela (CYRE3).

Inter – Carteira Retorno

A analista da corretora do Inter, Gabriela Jourbert (CNPI), promoveu algumas alterações na carteira Retorno para o mês de novembro.

Ela incluiu a ação da Prio (PRIO3) no segmento de óleo e gás, após os resultados reportados nos 9 meses de 2022 e as expectativas para o restante do ano. No setor financeiro, a analista substituiu Itaúsa (ITSA4) por Itaú Unibanco (ITUB4). E no setor de varejo e consumo, ela voltou com a ação de Assaí (ASAI3), após o resultado do 3º trimestre de 2022 e revisão do guidance (a expectativa da própria empresa).

Com as mudanças, a carteira Retorno passou a ser composta por: Assaí (ASAI3), BB Seguridade (BBSE3), Cyrela (CYRE3), EDP Energias Brasil (ENBR3), Gerdau (GGBR4), Itaú Unibanco (ITUB4), Lojas Renner (LREN3), Multiplan (MULT3), Prio (PRIO3) e Rede D’Or (RDOR3).

Itaú Corretora – Carteira Top 5

Em sua atualização em 16 de outubro de 2022, a Itaú Corretora retirou Hypera Pharma (HYPE3) e adicionou BB Seguridade (BBSE3) na carteira Top 5.

“BB Seguridade parece barata frente ao seu histórico – O P/L atual de 9,2 vezes representa um desconto de 14,0% frente à média dos últimos dois anos (10,7 vezes). Além disso, esperamos que a seguradora continue a apresentar resultados robustos, com aumento dos prêmios ganhos, sobretudo na frente rural, e redução da sinistralidade. Para o terceiro trimestre de 2022, a equipe de serviços financeiros do Itaú BBA projeta um crescimento do lucro líquido de 56% (quando comparado com o mesmo período de 2021). Já para o ano de 2023, a expectativa é de um lucro de R$ 6,6 bilhões – cifra 16% maior do que a esperada para o consolidado de 2022”, descreve a equipe do Itaú em relatório.

E na última atualização em 17 de novembro de 2022, a Itaú Corretora retirou Movida (MOVI3) e adicionou Suzano (SUZB3).

“Suzano está num excelente momento operacional. Com o preço de celulose em níveis altos e postergações de entradas de capacidade de competidores, a companhia mostrou excelentes resultados no terceiro trimestre de 2022 e caminha para repetir a performance no quarto trimestre. Além disso, a SUZB3 nos oferece alguma proteção contra a escalada do dólar, dado que sua receita é quase que
completamente atrelada à moeda american”, descreveu o relatório da Itaú Corretora.

Com as trocas, a carteira Top 5 passou a ser composta por: PetroRio (PRIO3), Sabesp (SBSP3), BB Seguridade (BBSE3), Suzano (SUZB3) e Eletrobras (ELET3).

Modalmais

O analista Leandro Martins trocou todas as ações da carteira recomendada da Modalmais para o mês de novembro de 2022.

A nova seleção é formada por: Weg (WEGE3), Klabin (KLBN11), MRV (MRVE3), B3 (B3SA3) e Yduqs (YDUQ3).

Nubank – Carteira Dividendos Nu Invest

A carteira de dividendos da Nu Invest para novembro de 2022 foi reformulada e terá 10 ativos selecionados pelo analista Murilo Breder (CNPI, CGA).

A seleção é formada por: Itaúsa (ITSA4), Vale (VALE3), CPFL Energia (CPFE3), Petrobras (PETR4), Brasil Agro (AGRO3), Coca-Cola (COCA34), Alupar (ALUP11), JBS (JBSS3), Kepler Weber (KEPL3) e Gerdau (GGBR4).

Há um mês, a carteira era relacionada com 11 ativos, e há dois meses, a mesma carteira recomendada pela plataforma do Nubank (Nu Invest) era composta por 12 ativos.

Santander Corretora – Carteira Ibovespa

Para o mês de novembro, a corretora do Santander Brasil registra a seguinte composição de ativos da carteira Ibovespa: Assaí (ASAI3), Eletrobras (ELET6), BTG Pactual (BPAC11), Hypera (HYPE3), Itaú (ITUB4), Multiplan (MULT3), Petrobras (PETR3), Rumo (RAIL3), Suzano (SUZB3), Totvs (TOTVS3) e Vale (VALE3).

Terra Investimentos

O estrategista Régis Chinchila e a analista Eliz Sapucaia retiraram os papéis de Klabin (KLBN11) e Vibra Energia (VBBR3) para dar espaço para a entrada de Braskem (BRKM5) e Telefônica Vivo (VIVT3).

Com as alterações, a carteira da Terra Investimentos passa a ser formada por: Braskem (BRKM5), Telefônica Vivo (VIVT3), Gerdau (GGBR4), Lojas Renner (LREN3), Vale (VALE3), Americanas (AMER3), Marfrig (MRFG3), Bradesco (BBDC4), Ecorodovias (ECOR3) e Dexco (DXCO3).

BDRs: Conheça a carteira de Régis Chinchila, da Terra Investimentos
Régis Chinchila, estrategista da Terra Investimentos.

XP Investimentos – Carteira Top 10

A equipe da XP Investimentos formada por Fernando Ferreira (estrategista-chefe), Jennie Li (estrategista de ações) e Rebecca Nossig (analista de estratégia de ações) retirou Petrobras (PETR4) e adicionou Prio (PRIO3) na carteira Top 10 de novembro.

“Estamos retirando Petrobras (PETR4), apesar de ainda acreditarmos no desconto de valor da empresa e no potencial de crescimento para os próximos anos, consideramos que houve um aumento do risco político, e do nível de incertezas quanto a potenciais influências governamentais impactando em despesas gerais e administrativas e outras ingerências, como, por exemplo, subsídio de preços de
combustíveis pela empresa”, descreve o relatório da XP.

“Em seu lugar, estamos adicionando PetroRio (PRIO3) considerando que ainda possuímos uma visão otimista para os preços de petróleo, e que valorizamos o histórico comprovado na geração de valor
para o acionista da PRIO, e consideramos a empresa como a melhor júnior de petróleo brasileira para continuar crescendo com maiores retornos para os próximos anos”, conclui o relatório encaminhado ao Blog do Grana.

O Ibovespa tem um peso muito relevante no setor financeiro (25%), mineração e siderurgia (18%) e petróleo e gás (15%). Já na Carteira Top 10 da XP, os maiores pesos estão nos setores de varejo (20%) e financeiro (15%).

A carteira completa da XP Investimentos está disponível para clientes Expert Pass no site da plataforma.

Jennie Li, estrategista de ações da XP Investimentos.

(*) Fontes de conteúdo e relatórios consultados: Ágora Investimentos, BB Investimentos, BTG Pactual, Inter Invest, Itaú Corretora, Modalmais, Nubank, Santander Corretora, Terra Investimentos e XP Investimentos.

O Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App