Índice de Futuro de Milho (IFMILHO3) da B3 acompanha desempenho de contratos de milho

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Índice de Futuro de Milho (IFMILHO3)

Índice de Futuro de Milho (IFMILHO3) da B3 é o novo indicador que irá acompanhar o desempenho dos contratos futuros de milho (CCM) na Bolsa.

Espiga de milho em plantação. Imagem: Pixabay

O milho é usado pela indústria na fabricação de produtos como óleo vegetal, farinha, farelo, fubá e cremes para o setor alimentício. Como o Brasil conta com diferentes locais de cultivo, a produção garante a oferta em boa parte do ano. No entanto, grande parte das negociações acontece nos períodos de safra e entressafra.

Assim, o contrato futuro de Milho (CCM) foi desenvolvido para dar aos participantes do mercado uma ferramenta para a gestão do risco de oscilação de preço dessa commodity, permitindo que eles prevejam antecipadamente quanto irão receber pela produção.

O Índice Futuro de Milho B3 (IFMILHO B3) é o resultado de uma carteira teórica de contratos futuros de Milho (CCM). Dessa forma, o indicador refletirá a variação do preço da commodity.

“A importância do agronegócio para a economia brasileira é inquestionável. Ter um índice baseado em uma commodity forte, como é o caso do milho, dá ao mercado a oportunidade de criar produtos como ETFs, que aproximam ainda mais o investidor do mundo do agronegócio”, afirma Luís Kondic, diretor executivo de Produtos Listados e Dados da B3.

“O IFMILHO B3 trará mais visibilidade para o contrato futuro de milho e sua dinâmica. Isso tende a trazer um número maior de interessados para o produto, aumentando o volume de negociação”, complementa Thiago Ferraz, Superintendente de Negociação da B3.

Composição, metodologia e ponderação

O objetivo do IFMILHO B3 é ser o indicador de retorno total de uma carteira teórica composta por Contratos Futuros de Milho (CCM).

Como cada um desses contratos tem duração de dois meses, opera-se a rolagem do contrato atual para o contrato de vencimento subsequente no final de cada bimestre.

O índice será calculado diariamente, com base no preço de ajuste dos contratos. Durante cinco pregões anteriores ao vencimento do contrato vigente, a partir do nono dia útil anterior, será criada uma cesta, na qual o preço do índice será uma média ponderada entre a variação do preço do contrato vigente e o preço do contrato com vencimento imediatamente subsequente.

Essa ponderação será feita de forma gradual, conforme a tabela abaixo:

Fonte: B3

Considerando essa metodologia, uma simulação aferiu qual teria sido o retorno anualizado do IFMILHO B3 a partir de 2017. Se o indicador tivesse existido desde então, teria acumulado uma variação anualizada positiva de 28,63%. Esse resultado é 7,63 pontos percentuais superior à rentabilidade do ICB (Índice de Commodities Brasil) no mesmo período.

A B3 e o agronegócio

A criação do IFMILHO B3 é mais uma das iniciativas da B3 que impulsionam o agronegócio, conectando o setor e os investidores a produtos e serviços que protegem e financiam um segmento tão relevante para a economia brasileira.

Nesse sentido, a Bolsa oferece um ambiente para listagem das companhias do agronegócio, para captação de recursos via ofertas de ações (IPOs e follow-ons); registro de produtos que auxiliam os produtores rurais e toda a cadeia no financiamento da produção agrícola, com a CPR, a CPR Verde, o CRA e a LCA; além dos contratos futuros e operações de hedge para seguro de preços de milho, boi, café e soja.

Com a listagem dos Fiagros, fundos de investimento nas cadeias produtivas agroindustriais, no final de 2021, os investidores passaram a ter mais uma opção de aplicar seus recursos em um produto atrelado ao agronegócio.

Mais recentemente, a oferta de índices da B3 também passou a contemplar o IAGRO B3, primeiro indicador com a temática do agronegócio.

O diálogo com o segmento se ampliou ainda mais com o lançamento da plataforma Índices on Demand, que abriu espaço para a criação de indicadores baseados em produtos da frente de balcão, como contratos futuros.

(*) Fonte de conteúdo: B3.

O Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App