Petrobras distribui valor de um litro de gasolina por ação (PETR3/PETR4) em dividendos

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Petrobras distribui valor de 1 litro de gasolina por ação

Petrobras distribui valor aproximado de um litro de gasolina por ação (PETR3/PETR4) em dividendos, além de reduzir o preço da gasolina em R$ 0,15 por litro aos distribuidores.

Exemplos à parte, a estatal aprovou hoje dividendo no valor de R$ 6,732003 por ação preferencial (PN) e ordinária (ON) em circulação.

O montante representa um total de R$ 88 bilhões, sendo R$ 32 bilhões para o governo federal, o principal acionista da estatal.

No mercado, PETR4 disparou 3%, a R$ 32,29 por ação PN.

PETR3 saltou 2,12%, a R$ 34,73 por ação ON.

Pela legislação atual, o dividendo da Petrobras irá para o abatimento da dívida do Tesouro.

Mas, com o próprio governo está emitindo créditos extraordinários (dívida) fora do teto de gastos para financiar a PEC de benefícios sociais, na prática, os recursos da Petrobras serviram para bancar parte dessas despesas com os benefícios sociais: aumento do Auxílio Brasil, aumento do Vale Gás, Bolsa Caminhoneiro e o Auxílio para Taxistas.

Petrobras distribui valor de R$ 88 bilhões em dividendos, sendo R$ 32 bilhões para o governo.

Fechamento do Mercado em 28-07-2022

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre as principais assuntos da Bolsa (B3), de acordo com relatórios* de mercado:

EDP Energia (ENBR3)

ENBR3 caiu 3,22%, a R$ 21,66 por ação ON.

EDP registrou lucro líquido de R$ 381,1 milhões no segundo trimestre de 2022, um aumento de 10,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O lucro antes de taxas, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de R$ 1,1 bilhão, aumento de 40,7% em relação ao segundo trimestre de 2021.

Em geração solar, a empresa deu andamento à estratégia de ampliar a sua participação nesse segmento, com o objetivo de chegar a 1 GW (giga-watts) de capacidade instalada até 2025.

Nesse sentido, anunciou, em abril, o projeto Novo Oriente, em parceria com a EDP Renováveis. Localizado no município de Ilha Solteira (SP), o novo empreendimento terá capacidade instalada de 254 MW, com previsão de início de operação em 2024.

A companhia também ampliou os investimentos em distribuição, totalizando R$ 351,2 milhões, aumento de 31,4% no trimestre. O montante foi direcionado, principalmente, à expansão do sistema elétrico, melhoria da rede e indicadores de continuidade de fornecimento, projetos de combate as perdas e investimentos em telecomunicações.

“Conseguimos obter novamente importantes resultados em geração solar, transmissão e distribuição, os nossos três principais eixos de crescimento. Os resultados da EDP no segundo trimestre demonstram eficiência, esforço e estratégia, e reforçam o nosso já conhecido compromisso com a qualidade. Os resultados financeiros que temos obtido aliados à nossa atuação em sustentabilidade apontam para a obtenção da confiança do mercado e da sociedade. A companhia vive uma nova fase, em que reforça ainda mais suas ações em prol da transição energética justa, e vem promovendo também a inclusão e a diversidade, sempre com transparência e governança”, afirmou João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

Vale (VALE3)

VALE3 subiu 0,24% influenciada pelo aumento do preço do minério de ferro na Ásia.

A ação fechou em R$ 70,69 por ação ON.

Vale comunicou a venda da Companhia Siderúrgica do Pecém para a Arcelor Mittal por US$ 2,2 bilhões.

Gol Linhas Aéreas (GOLL4)

GOLL4 desabou 4,65%, a R$ 8,61 por ação PN, entre as maiores baixas do Ibovespa.

Gol Linhas Aéreas reportou prejuízo de R$ 2,85 bilhões no segundo trimestre de 2022 e receita operacional líquida de R$ 3,2 bilhões, alta de 215%.

A companhia aérea encerrou junho de 2022 com liquidez de R$ 4 bilhões. Segundo a empresa, ao desconsiderar a variação cambial, o patamar de dívidas financeiras manteve-se estável quando comparado com o período pré-pandemia, com amortizações de curto prazo significativamente menores em relação aos seus concorrentes e sem vencimentos significativos para os próximos dois anos. 

Paulo Kakinoff (conselheiro) e Paulo Ferrer (diretor-presidente) da Gol Linhas Aéreas.

Santander Brasil (SANB11)

SANB11 avançou 2,51%, a R$ 28,54 por unit.

Santander Brasil informou lucro líquido gerencial de R$ 4,1 bilhões no segundo trimestre de 2022, queda de 2,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ambev (ABEV3)

ABEV3 subiu 0,80%, a R$ 15,10 por ação ON.

Ambev lucrou R$ 2,97 bilhões no segundo trimestre de 2022, alta de 2,9% na comparação anual.

A companhia de bebidas obteve receita líquida de R$ 17,99 bilhões no período, aumento de 14,5% em relação a igual trimestre de 2021.

“Este trimestre marca a primeira vez que vendemos mais de 40 milhões de hectolitros em um 2º trimestre, liderado pelo desempenho de Cerveja Brasil e NAB Brasil. O momentum da receita continuou, com crescimento de 19,6% no trimestre, enquanto o EBITDA (lucro antes de impostos, taxas, depreciações e amortizações) também teve uma melhora, com aumento de 17,6% em comparação ao ano passado”, afirmou o CEO da Ambev, Jean Jereissati.

Pão de Açúcar (PCAR3)

Após a forte alta de ontem, PCAR3 caiu 1,35%, a R$ 16,10 por ação ON.

Pão de Açúcar divulgou prejuízo de R$ 172 milhões no segundo trimestre de 2022, ante lucro de R$ 3 milhões no mesmo período do ano anterior.

O grupo supermercadista alcançou receita líquida de R$ 10,1 bilhões no período, alta de 9,3% na comparação anual.

Assaí (ASAI3)

Depois da forte alta de ontem, ASAI3 recuou 1,04%, a R$ 16,19 por ação ON.

Assaí registrou lucro de R$ 319 milhões no segundo trimestre de 2022, alta de 4,6% em relação a igual trimestre do ano passado.

A receita da companhia dedicada ao “atacarejo” atingiu R$ 13,3 bilhões no período, aumento de 33% na comparação anual.

Suzano (SUZB3)

SUZB3 subiu 0,21%, a R$ 46,95 por ação ON.

Suzano informou lucro de R$ 175,6 milhões no segundo trimestre de 2022, baixa de 98% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

A receita da empresa de papel e celulose alcançou R$ 11,5 bilhões no período, alta de 17% na comparação anual.

Mapfre Brasil

Mapfre Brasil registrou crescimento de 40,4% em prêmios emitidos (receitas com seguros) para 2,24 bilhões de euros no primeiro semestre de 2022.

A receita avançou em negócios rurais (+72,4%), seguros de vida e risco (+23,4%) e de automóveis (+40,9%).

Índice de Fundos Imobiliários (Ifix)

O Índice de Fundos Imobiliários (Ifix) subiu 0,25%, aos 2.801,68 pontos.

IGP-M subiu 0,21% em julho, abaixo das expectativas do mercado, e acumula alta de 10,08% em 12 meses.

O indicador é referência para contratos de aluguéis e contratos de fundos imobiliários de renda de aluguéis.

ETFs, BDRs e ações globais

ETF de Ibovespa (BOVA11) e ETF de S&P 500 (IVVB11)

Impulsionado por Petrobras, Vale e bancos, o principal ETF de Ibovespa (BOVA11) subiu 1,30%, a R$ 99,10 por cota. O Ibovespa avançou 1,14%, aos 102.596,66 pontos.

O principal ETF de S&P 500 (IVVB11) recuou 0,37%, a R$ 230,80 por cota.

Em Nova York (EUA), o índice S&P 500 subiu 1,21%, aos 4.072,43 pontos. O Dow Jones teve alta de 1,03%, aos 32.529,63 pontos. Já o Nasdaq Composite evoluiu 1,08%, aos 12.162,59 pontos.

Meta Platforms (M1TA34)

Meta Platforms (Facebook) mostra queda de 1% da receita, para US$ 28,8 bilhões, e baixa de 36% do lucro, para US$ 6,7 bilhões ou US$ 2,46 por ação.

O resultado da Meta quebrou a sequência de bons resultados das grandes empresas de tecnologia.

No Brasil, o recibo da ação da Meta (M1TA34) caiu 2,96%, a R$ 29,50 por BDR negociado na B3.

Ford Motor Company (FDMO34)

Ford registrou alta de 19% do lucro, para US$ 667 milhões no trimestre ou US$ 0,16 por ação, e aumento de 50% da receita líquida, para US$ 40,2 bilhões.

No Brasil, o recibo da ação da Ford Motor Company (FDMO34) disparou 4,13%, a R$ 72,06 por BDR negociado na B3.

Nubank (NUBR33)

NUBR33 subiu 2,56%, a R$ 3,60 por BDR negociado na Bolsa brasileira (B3).

Nubank já totaliza cerca de 5 milhões de clientes investidores ativos em suas plataformas.

Destes, quase 4 milhões são clientes com investimentos concentrados dentro do aplicativo (app) do Nubank, que oferece os principais produtos de investimentos como renda fixa (CDBs pré e pós-fixados), fundos de investimentos e renda variável (ações, BDRs, ETFs e FIIs).

O total de clientes com investimentos representa um crescimento de aproximadamente 150% no período de pouco mais de um ano após a empresa concluir a aquisição da Easynvest e anunciar a criação da NuInvest e acompanha diversificação do portfólio de produtos.

Houve um salto de dois milhões de clientes investidores, em junho de 2021, para 5 milhões no mesmo mês deste ano.

“Esse aumento expressivo no número de clientes investidores mostra o potencial que temos no setor de investimentos e como estamos avançando nesse ramo do negócio, nos destacando como uma das maiores plataformas digitais de investidores de varejo do Brasil”, afirma Fernando Miranda, VP de Investimentos do Nubank.

“Nestes últimos meses, houve uma enorme e consistente evolução na integração do app Nubank com a plataforma NuInvest. Hoje, a NuInvest é um catalisador da experiência de investimentos no app do Nubank com a distribuição de ofertas como CDBs, fundos imobiliários e renda variável”, complementa.

Entre os 5 milhões de clientes investidores, cerca de 1,5 milhão possuem aplicações em ativos de renda variável, como ações, BDRs, ETFs ou fundos de investimentos imobiliários.

Com base em dados divulgados pela B3 no fechamento do primeiro trimestre, mais de um terço dos investidores da Bolsa de Valores (B3) tinha um investimento em renda variável pelo Nubank.

Em dezembro do ano passado, com a NuInvest como coordenador líder, a empresa concluiu o IPO, tendo registrado mais de 800 mil clientes de varejo que adquiriram os BDRs de emissão do Nubank.

Além disso, foram cerca de 7,5 milhões clientes que se inscreveram para obter gratuitamente um BDR do Nubank por meio do programa NuSócios.

(*) Fontes de conteúdo e relatórios consultados: CVM, B3, Petrobras RI, BTG Pactual, Guide Investimentos, Toro Investimentos, Banco ABC Brasil, Terra Investimentos, Levante e XP.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

Conteúdo nas redes sociais: Letícia Alonso (vídeo), Vitória Mendonça e Gabriela Orsi.

O Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App