GOLL4 entre maiores baixas do Ibovespa após balanço de Gol Linhas Aéreas com perdas

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

GOLL4 entre maiores baixas do Ibovespa

Ação GOLL4 entre maiores baixas do Ibovespa após o balanço de companhia Gol Linhas Aéreas reportar prejuízo de R$ 2,85 bilhões no segundo trimestre de 2022.

Balanço do 2º trimestre de 2022 – Gol (GOLL4)

Receita operacional líquida

A receita operacional líquida da companhia atingiu R$ 3,2 bilhões no segundo trimestre de 2022, superando em 215% os valores registrados no mesmo período do ano passado.

Gol confirmou o crescimento da demanda corporativa e transportou 5,8 milhões de passageiros no trimestre, mais do que o dobro do 2º trimestre de 2021 porém ainda 30% aquém do volume do segundo trimestre de 2019.

Ebit e Ebitda

Os resultados operacionais melhoraram com o EBIT recorrente em R$ 50,8 milhões (margem de 1,6%) e o EBITDA recorrente em R$ 439,0 milhões, margem de 13,5%, positiva pelo terceiro trimestre consecutivo.

Receitas auxiliares

As receitas auxiliares, principalmente de Smiles e GOLLOG, cresceram 75% para R$ 246,4 milhões.

Taxa de ocupação nos voos

A taxa de ocupação média diminuiu 7,9 pontos porcentuais para 77,2%. A taxa de ocupação doméstica registrada foi 8,5 pontos porcentuais inferior à do segundo trimestre de 2021, enquanto a taxa de ocupação internacional foi de 86,7%.

Horas de utilização das aeronaves

A utilização das aeronaves foi de 10,2 horas por dia, um ganho de 27,5% na produtividade.

Número de passageiros transportados

O número de passageiros transportados pela Gol dobrou para 5,8 milhões, o que foi equivalente a 71,4% do registrado no segundo trimestre de 2019, período pré-pandemia de Covid-19.

Custo por assento e custo do combustível

O custo por assento-quilômetro (CASK) recorrente diminuiu em 20,4% para R$ 35,38 por assento.

CASK do combustível cresceu 72,2% para R$ 16,06 por assento, devido à majoração de 80,5% nos preços do querosene da aviação.

Prejuízo por ação

Prejuízo líquido foi de R$ 2,8 bilhões, o equivalente a um prejuízo de R$ 6,81 por ação.

Renovação da frota

Nesse trimestre, a companhia recebeu três novas aeronaves Boeing 737-MAX 8, elevando a participação desse modelo para 24% da frota total. A manutenção do ritmo de transformação da frota possibilitará que a GOL encerre o ano com 44 aeronaves 737-MAX 8, ou 33% do total, com incremento de produtividade e maior eficiência de custos.

Essas novas aeronaves são parte da estratégia da Gol por apresentarem 15% de economia de combustível, 16% menos emissão de carbono, 40% menos ruído e maior alcance comparado ao Boeing 737 NG. 

A companhia efetuou a devolução programada de uma aeronave Boeing 737-NG e firmou contratos para devolução antecipada de quatro outras aeronaves, antes previstas para acontecer no segundo semestre de 2022.

Gol projeta encerrar o ano com 92 aeronaves 737-NG, sendo três delas convertidas para modelos cargueiros dedicados a parceria com a MELI, as quais deverão gerar aproximadamente R$ 100 milhões de receita incremental potencial na GOLLOG. A primeira aeronave cargueira iniciará as operações no final de agosto de 2022.  

“Estamos confiantes que o aumento na utilização da frota operacional, que gerou ganhos de 27,5% em produtividade nesse trimestre, combinado com a economia de combustível das aeronaves de nova geração 737-MAX nos propiciará ampliarmos nossa liderança em custos unitários e mantermos um crescimento disciplinado da nossa oferta para o segundo semestre,” comentou Celso Ferrer, diretor-presidente da Gol Linhas Aéreas.

Paulo Kakinoff (conselheiro) e Celso Ferrer, diretor-presidente da Gol Linhas Aéreas.

Expansão da malha da Gol

A companhia continua a expandir sua malha, principalmente em aeroportos com alta demanda corporativa. A recuperação desse mercado a partir de abril de 2022 propiciou o aumento de aproximadamente 20% e 40% na oferta de voos, respectivamente em Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio de Janeiro).  

Para os mercados regionais, a malha da Gol inaugurou quatro novas bases nesse trimestre: Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Passo Fundo e Uruguaiana, todos com conexão em Guarulhos (São Paulo), além de anunciar dois novos destinos, Ipatinga e Uberaba, ambos em Minas Gerais. 

No mercado internacional, foram retomados os voos para Estados Unidos, Argentina, Paraguai e Bolívia, que haviam sido suspensos durante a pandemia.

Para a Argentina, cuja demanda fortaleceu em função do câmbio, foi anunciada a “ponte aérea” entre São Paulo (Guarulhos) e Buenos Aires (Aeroparque) em parceria com a Aerolineas Argentina, com a qual a Gol mantém acordo há mais de 10 anos. Os voos diretos passarão a ter facilidades a partir do 4º trimestre de 2022.

Gestão de liquidez de recursos

A companhia encerrou junho de 2022 com liquidez de R$ 4 bilhões.

Ao desconsiderar a variação cambial, o patamar de dívidas financeiras manteve-se estável quando comparado com o período pré-pandemia, com amortizações de curto prazo consideravalmente menores em relação aos seus concorrentes e sem vencimentos significativos para os próximos dois anos.

Custos de manutenção  

Os custos de manutenção necessários para as novas entregas de 737-MAX, conforme o plano de aceleração da renovação da frota, serão cobertos pelas linhas de financiamento já obtidas junto a contrapartes e por meio da utilização do saldo de depósitos de manutenção.

A Gol não possui dispêndios significativos para adiantamentos de aquisição de aeronaves associados com a aquisição de novas aeronaves 737-MAX. 

“Nós priorizamos a gestão de passivos e preservamos ativos durante a pandemia, pois acreditamos que estaríamos em uma posição privilegiada para focar na recuperação de nossas margens e na ampliação de nossas vantagens competitivas em custo. Não possuímos vencimentos significativos no curto prazo e conduziremos a GOL gradativamente para o fortalecimento do seu balanço com desalavancagem financeira”, disse o diretor vice-presidente financeiro Richard Lark.

Parceria entre Gol e American Airlines

A parceria entre Gol e American Airlines foi ampliada para que os clientes dos programas de fidelidade de ambas passem a desfrutar de mais benefícios e comodidade. Em operação desde fevereiro de 2020, o acordo existente entre Gol e American Airlines representa a maior malha de rotas das Américas e permite que os clientes da companhia se conectem a mais de 40 destinos nos Estados Unidos.

Reincorporação do programa de fidelidade Smiles

Conforme antecipado, a reincorporação da Smiles propiciou a geração de novas receitas e o programa de fidelidade atingiu o recorde de 20 milhões de clientes e um faturamento de aproximadamente R$ 1 bilhão no segundo trimestre de 2022, mais do que dobrando o registrado no segundo trimestre de 2021 e confirmando o quinto trimestre consecutivo de aumento no faturamento.

Quando somadas as sinergias fiscais, o capital de giro e a gestão de inventário unificado, foram capturados aproximadamente R$ 1,3 bilhão em caixa, resultando em um “payback” (retorno do capital) em menos de um ano sobre o preço de aquisição. A companhia aérea planeja ainda obter cerca de R$ 3 bilhões de fluxo de caixa incremental, decorrentes de outras sinergias nos próximos anos. 

“O desempenho da Smiles vem superando as nossas expectativas a cada trimestre, demonstrando o sucesso dos movimentos assertivos de fortalecimento de balanço e da estrutura de capital liderados pela Gol. A Smiles além de promover alto valor agregado para as operações da companhia, continua sendo um ativo de grande valor,” concluiu Richard Lark.

(*) Fontes de conteúdo e relatórios consultados: CVM, B3 e Gol Linhas Aéreas.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

Conteúdo nas redes sociais: Letícia Alonso (vídeo), Vitória Mendonça e Gabriela Orsi.

O Blog do Grana é a página de conteúdo informativo do aplicativo Grana Capital, parceiro da B3 para ajudar os investidores com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App