Hypera Pharma (HYPE3) e Azul (AZUL4) estão entre os destaques da Bolsa

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Hypera Pharma (HYPE3) e Azul (AZUL4)

As ações da Hypera Pharma (HYPE3) e da Azul (AZUL4) estavam entre os destaques da Bolsa na manhã de 01 de junho de 2022.

A Hypera Pharma firmava entre as maiores altas do Ibovespa após concluir seu acordo de leniência com a Controladoria Geral da União. O principal acionista da empresa pagará R$ 110 milhões para encerrar a investigação sobre doações políticas em 2016.

Já a ação da Azul figurava entre as principais baixas do Ibovespa impactada pelo aumento de custos derivado da alta do petróleo no exterior.

Além disso, as companhias aéreas prometem entrar na Justiça contra uma “taxa de poluição” dos aviões que será cobrada a partir de 2023 no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Petrobras (PETR3/PETR4)

A Petrobras venderá a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III) localizada em Três Lagoas (MS).

Já a Prefeitura de Fortaleza informou que vai entrar na Justiça contra a Petrobras após a venda da Refinaria de Derivados e Lubrificantes do Nordeste (Lubnor).

Segundo o prefeito José Sarto, a cidade é dona de 30% do terreno onde está instalada a refinaria.

O terreno foi cedido à estatal no início das obras da refinaria em 1970.

Além disso, a Câmara dos Deputados aprovou a urgência para projeto que prevê a transparência nos custos e nos preços dos combustíveis definidos pela Petrobras.

Refinaria de Derivados e Lubrificantes do Nordeste (Lubnor).

Notas de mercado

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre os principais assuntos da Bolsa (B3).

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Setor elétrico

Os parlamentares também aprovaram a urgência que prevê o reembolso nas contas de luz de impostos cobrados indevidamente. O tema movimenta as ações do setor elétrico.

Braskem (BRKM5) e Unipar (UNIP6)

Os deputados ainda aprovaram a medida provisória que altera incentivos fiscais à indústria petroquímica. O tema movimenta as ações de Braskem e Unipar.

Suzano (SUZB3)

Suzano eleva preço da celulose em US$ 60 por tonelada na Europa e América do Norte.

Eneva (ENEV3)

Eneva confirma a compra das Centrais Elétricas de Sergipe (Celse) por R$ 6,1 bilhões.

Oi (OIBR3)

Oi estendeu prazo para o pagamento de sua dívida com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Qualicorp (QUAL3)

Qualicorp aprova a captação de R$ 2,2 bilhões em títulos de dívida corporativa (debêntures).

SulAmérica (SULA11)

SulAmérica conclui a aquisição da Sompo Saúde por R$ 217 milhões.

Embraer (EMBR3)

A subsidiária da Embraer (a Eve) fecha acordo com a Porsche para a estratégia de fabricação do “carro voador” eVTOL.

Neoenergia (NEOE3)

Bolsa de Madri aprovou o pedido de listagem da Neoenergia a partir de 7 de junho.

Simpar (SIMH3)

Simpar divulga mais uma aquisição de concessionária de veículos, a quarta nos últimos sete meses.

PetroRio (PRIO3) e 3R Petroleum (RRRP3)

Preço do petróleo Brent sobe 1,35% enquanto mercado espera reunião da Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP+).

O aumento do preço movimenta as ações de petrolíferas nos principais mercados globais.

Fundo RURA11

Fundo RURA11 da Itaú Asset alcança dividend yield de 10,06% ao ano.

Fundo IFRA11

Já o IFRA11, também da Itaú Asset, atinge dividend yield de 14,38% ao ano.

BDRs e ações globais

O Federal Reserve (FED, o BC dos EUA) começa a reduzir seu balanço de quase US$ 9 trilhões, o que significa a redução dos estímulos monetários no mercado.

Pfizer (PFIZ34)

Agência de Saúde dos EUA alerta que antiviral Paxlovid da Pfizer diminui eficácia após pessoas terminarem o tratamento para Covid-19.

Salesforce (SSFO34)

Salesforce (SSFO34) reporta receita de US$ 7,4 bilhões no trimestre fiscal – em linha com as expectativas do mercado.

Lucro da Salesforce foi de US$ 0,98 por ação, ante projeção de US$ 0,95 do consenso de mercado.

HP (HPQB34)

HP (HPQB34) registrou receita de US$ 16,5 bilhões no trimestre fiscal, ante expectativa de US$ 16,1 bilhões dos analistas de mercado.

Lucro da HP alcançou US$ 1,08 por ação versus estimativa de US$ 1,05 de lucro por ação (LPA) projetada pelo mercado.  

Fontes de conteúdo e relatórios consultados: B3, CVM, Banco ABC Brasil, BTG Pactual, Toro Investimentos, Guide, Levante Research, Avenue Intelligence e XP Radar Global.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App