IR no último dia: Receita Federal informa que 3 milhões ainda não entregaram a Declaração

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

IR no último dia

Ainda dá tempo, mas é preciso reservar algumas horas até a meia-noite de 31 de maio de 2022 para entregar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) de 2021.

Segundo o último boletim da Receita Federal divulgado hoje (30/05/2022), já foram entregues 31 milhões de declarações, mas a expectativa é que sejam enviadas 34,1 milhões de declarações até o fim do prazo.

Ou seja, cerca de 3 milhões de pessoas deixaram a entrega para o último dia.

Aqui no Blog do Grana, você terá algumas dicas para cumprir com a obrigação da entrega e escapar da multa de R$ 165,74 pelo atraso.

Confira na sequência do texto:

Foto: Imposto de Renda 2022/Receita Federal.

Priorize os principais documentos

Tenha em mãos os informes de rendimentos, despesas dedutíveis e documentos pessoais podem ser reunidos com antecedência, a fim de evitar correria ou esquecimento.

Comprovantes e notas fiscais de despesas de educação e saúde

Reúna as notas fiscais ou comprovantes de pagamento. Os gastos com educação e saúde não têm limite para serem apresentados na declaração, por isso, solicite antes os comprovantes de pagamento para facilitar o preenchimento no período estipulado pelo governo.

Comprovantes do patrimônio

Outros dados que merecem atenção são os que se referem a depósitos em conta, patrimônio material (residência e carro, por exemplo).

Ou seja, se você tiver bens de patrimônio (casa, apartamento, fazenda, sítio ou automóveis) muito provavelmente você consultará o seu documento de licenciamento do veículo ou a escritura do imóvel para obter dados de registro.

Você precisará dessas informações antes para efetuar a declaração.

Pesquise com antecedência a modalidade de Declaração mais adequada

Acesse o portal da Receita Federal e verifique se o modelo mais condizente com sua situação é o completo ou simplificado.

Sobre esse assunto, se quiser mais dicas do Blog do Grana, acesse o link: Modelo completo ou simplificado: Qual adotar na declaração do Imposto de Renda .

Esclareça as dúvidas com antecedência

Agora que você já verificou o que é necessário no processo de declaração, surgirão várias dúvidas sobre os documentos, não deixe de esclarecê-las com antecedência.

Novidades do Imposto de Renda 2022

Opção de pré-preenchimento

A opção de pré-preenchimento da declaração foi disponibilizada a partir de março pela Receita Federal e atenderá pessoas com certificado digital e conta nível prata ou ouro na plataforma do Governo Federal.

A partir da tecnologia, é possível recuperar dados dos anos anteriores, diminuindo as chances de erros no preenchimento.

Reordenamento da ficha de Bens e Direitos

Atenção: a Receita Federal fez alterações de códigos na ficha de Bens e Direitos. Isso exigirá mais atenção na hora do preenchimento da Declaração.

“Outras funcionalidades que estão valendo para este ano são o pagamento e restituição via PIX, reordenamento da ficha de bens (códigos organizados por grupos) e a inclusão de dependentes. Essa informação deve esclarecer se a pessoa mora com o titular da declaração ou não”, completou o professor do curso Técnico em Contabilidade do Senac EAD, Cristiano Suppi da Rosa.

Possibilidade de retificação

Não é o recomendado pela Receita, mas na última hora, dá para mandar a declaração parcialmente completa e fazer a retificação depois com todos os dados corrigidos e conferidos.

Exigência da declaração de investimentos no Imposto de Renda

Existe um ditado popular que diz: “só existem duas certezas na vida, a da morte e a dos impostos”.

No caso brasileiro, devemos acrescentar que todo investimento precisa ser informado na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF).

Portanto, se você é investidor pessoa física, lembre-se que, além do pagamento do Imposto de Renda sobre ganhos de capital nas aplicações financeiras, qualquer investimento deve ser declarado à Receita Federal.

Precisa de ajuda com a declaração de Investimentos?

Para mais informações sobre a declaração de investimentos no Imposto de Renda como ações, fundos imobiliários, Fiagro Imobiliário, ETFs, BDRs ou BDRs de ETFs, consulte o link abaixo:

Fontes consultadas: Site da Receita Federal e Senac EAD.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App