Americanas (AMER3) e Riachuelo (GUAR3) reportam prejuízo no 1º trimestre de 2022

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Americanas (AMER3) e Riachuelo (GUAR3)

A Americanas teve prejuízo de R$ 137,3 milhões no 1º trimestre de 2022, ante prejuízo de R$ 224 milhões no 1º trimestre de 2021. A receita bruta total da Americanas (AMER3) foi de R$ 14,2 bilhões, um crescimento de 21,7% versus o 1º trimestre de 2021.

Já a dona da Riachuelo, a Guararapes (GUAR3) teve prejuízo de R$ 80,1 milhões no 1º trimestre de 2022, uma melhora de 23,6% em relação ao mesmo período de 2021.

O lucro antes de impostos, taxas, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado consolidado da Guararapes apresentou crescimento de 84,5% em relação ao 1º trimestre de 2022, totalizando R$ 61,8 milhões.

A Guararapes possui parque fabril próprio, e produziu no primeiro trimestre, 9,3 milhões de peças, faturando R$ 410,5 milhões para a Riachuelo.

O lucro bruto de mercadorias totalizou R$ 592,1 milhões no 1º trimestre de 2022, expansão de 41,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. A margem bruta de mercadorias atingiu 48,6% no trimestre, impactada pela alta inflação nos custos. 

Foto: Americanas/Divulgação

B3 (B3SA3)

B3 (B3SA3) lucrou R$ 1,2 bilhão no 1º trimestre de 2022, queda de 7,2% na comparação com igual período do ano passado.

De acordo com o comunicado da B3, com uma ausência de IPOs, ocasionada pelo adiamento de ofertas iniciais pelas empresas, os follow-ons (ofertas de aumento de capital) mostraram-se opções de captação para companhias já listadas. O 1º trimestre de 2022 foi marcado por 11 ofertas desse tipo, que totalizaram R$ 11,5 bilhões no período.

Notas de mercado

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre os principais assuntos da Bolsa (B3).

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Yduqs (YDUQ3)

Yduqs (YDUQ3) lucra R$ 76 milhões no 1º trimestre de 2022, ante R$ 43,2 milhões em igual período do ano passado.

Rede D’Or (RDOR3)

Rede D’Or (RDOR3) lucrou R$ 225,2 milhões no 1º trimestre de 2022, queda de 44,1% na comparação anual.

CCR (CCRO3)

CCR (CCRO3) lucrou R$ 3,4 bilhões no 1º trimestre de 2022, cinco vezes mais que o resultado obtido em igual período de 2021.

“O primeiro trimestre de 2022 mostra a eficiência operacional das divisões do Grupo CCR e demonstra que estamos no caminho da recuperação econômica. Obtivemos um aumento considerável de receita e de Ebitda mesma base, em função da boa performance operacional de nossos negócios observada no primeiro trimestre de 2022”, afirma Waldo Perez, CFO e diretor de Relações com Investidores do Grupo CCR.

No 1º trimestre de 2022, os investimentos realizados (incluindo o ativo financeiro), somados à manutenção, atingiram R$ 313,9 milhões.

As concessionárias que mais investiram no trimestre foram: ViaSul, Linhas 8 e 9 e ViaOeste.

Na ViaSul, houve desembolsos, principalmente, com duplicações em trechos da BR-386, recuperação de pavimento, finalização de obras e equipamentos de tecnologia e sinalizações.

Nas Linhas 8 e 9, houve desembolsos dedicados à aquisição de equipamentos. Já os investimentos da ViaOeste foram focados na duplicação em diversos trechos da Rodovia Raposo Tavares.

Locaweb Company (LWSA3)

Locaweb Company (LWSA3) tem lucro líquido ajustado de R$ 29,7 milhões e crescimento de 229,3% no primeiro trimestre de 2022 versus mesmo período de 2021.

A receita líquida de Locaweb alcançou R$ 248,8 milhões no 1º trimestre de 2022, crescimento de 54,6% versus o primeiro trimestre de 2021.

Wiz (WIZS3)

A Wiz (WIZS3) lucrou R$ 51,7 milhões no 1º trimestre de 2022, valor 18,7% menor do que o registrado no mesmo período de 2021.

A receita bruta corrente da Wiz alcançou R$ 172,7 milhões no período, alta de 88,7% na comparação com igual período do ano passado.

“O mais importante de ser identificado nesses números é que esta é a nova Wiz, que tem amplo espaço para crescer cada vez mais. Há um potencial enorme no mercado e, inclusive, não paramos de gerar novas receitas, como as parcerias com o Paraná Banco com o Grupo Omni, anunciadas recentemente”, explica Heverton Peixoto.

Heverton Peixoto, CEO da Wiz. Foto: Paulo Negreiros/Wiz.

Allied (ALLD3)

Allied (ALLD3) divulgou lucro líquido ajustado de R$ 18,8 milhões no 1º trimestre de 2022, crescimento anual de 24% desde o 1º trimestre de 2019, pré-covid.

A Allied aprovou a distribuição de R$ 53,2 milhões em dividendos aos seus acionistas relativos ao resultado do ano de 2021.

“O ano de 2022 se inicia de forma bastante desafiadora para as empresas brasileiras. Nosso resultado de vendas nesse primeiro trimestre foi muito positivo, e como resultado ganhamos participação de mercado nas principais categorias em que atuamos. No entanto, começamos a sentir maior pressão de margem, principalmente em decorrência da retomada do mercado de abastecimento dos produtos que comercializamos. Mesmo com cenário de juros e inflação crescentes, nosso resultado se manteve resiliente e apresentamos crescimento em todos os canais de venda, sobre uma boa base comparativa no 1T21. Esse resultado indica que nossa estratégia de negócio tem sido bem-sucedida.”, ressaltou o CEO da Allied, Silvio Stagni.

BDRs e ações globais

Twitter (TWTR34)

As ações do Twitter recuam após Elon Musk suspender acordo de compra temporariamente por falta de informações sobre contas falsas e de spam.

Bitcoin

Bitcoin subia 6,6% pela manhã, a US$ 30,5 mil, após quedas fortes nos últimos dias.

As perdas com criptoativos alcançaram a marca de US$ 500 bilhões, segundo cálculos do relatório XP Radar Global.

Tesla (TSLA34)

Grandes montadoras chinesas informaram queda de 75% da produção em abril por causa da ocorrência de lockdown nas principais cidades do país asiático.

A queda na produção afetou também montadoras europeias e americanas como a Tesla que produzem veículos na China.

Fontes de conteúdo e relatórios consultados: B3, CVM, ABC Brasil, BTG Pactual e XP Radar Global.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App