Ação da BRF (BRFS3) desaba após empresa reportar prejuízo de R$ 1,5 bi no 1º trimestre

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Ação da BRF (BRFS3) desaba

A ação da BRF (BRFS3) desaba mais de 8% após a empresa reportar prejuízo de R$ 1,5 bilhão no 1º trimestre de 2022, ante lucro de R$ 22 milhões em igual trimestre em 2021.

A receita líquida de BRF alcançou R$ 12,041 bilhões, aumento de 13,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Armazém da BRF no Porto de Paranaguá/PR. Foto: Rodrigo Leal/APPA/Agência Senado.

Suzano (SUZB3)

Suzano entregou lucro líquido de R$ 10,305 bilhões no 1º trimestre de 2022, revertendo prejuízo de R$ 2,757 bilhões registrados em igual período do ano passado.

A receita líquida da Suzano atingiu R$ 9,743 bilhões, aumento de 9,6% na comparação anual.

A Suzano também anunciou um programa de recompra de até 20 milhões de ações.

A empresa elevou em US$ 30 no preço da celulose na Ásia, segundo fontes do jornal Valor Econômico.

Notas de mercado

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre os principais assuntos da Bolsa (B3).

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Ambev (ABEV3)

Ambev informa lucro ajustado de R$ 3,551 bilhões no 1º trimestre de 2022, aumento de 28,6% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

A receita líquida da Ambev alcançou R$ 18,439 bilhões no 1º trimestre de 2022, alta de 11% na comparação anual.

“Após atingirmos novos níveis de volume em 2021, entregamos crescimento de volume e de EBITDA de 3,6% e 10,2% respectivamente, apesar da volatilidade da indústria em diversos mercados e de os custos continuarem sob pressão”, comentou o CEO da Ambev, Jean Jereissati.

Gerdau (GGBR4)

Gerdau registra lucro de R$ 2,94 bilhões no 1º trimestre de 2022, alta de 19% na comparação anual.

PetroRio (PRIO3)

PetroRio registrou lucro de R$ 1,069 bilhão no 1º trimestre de 2022, revertendo prejuízo em igual período do ano anterior.

A receita líquida de PetroRio alcançou R$ 1,53 bilhão, salto de 133,5% em relação ao mesmo trimestre em 2021.

Pão de Açúcar (PCAR3)

Pão de Açúcar divulga receita líquida de R$ 10,069 bilhões no 1º trimestre de 2022, aumento de 2% na comparação anual.

A companhia divulgou lucro consolidado de R$ 1,4 bilhão no 1º trimestre de 2022.

O lucro antes de impostos, taxas, depreciações e amortizações (Ebitda) do Pão de Açúcar ficou em R$ 655 milhões, queda de 12% na comparação anual.   

CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CMIN3)

CSN obteve lucro de R$ 1,364 bilhão no 1º trimestre de 2022, queda de 76% na comparação anual.

CSN Mineração registra lucro de R$ 739 milhões no 1º trimestre de 2022, queda de 68% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

EDP Energias do Brasil (ENBR3)

EDP Energias do Brasil divulga lucro líquido de R$ 523 milhões no 1º trimestre de 2022, aumento de 5,4% contra igual período do ano anterior.

A receita líquida da EDP atingiu R$ 1,799 bilhão, aumento de 23,6% na mesma base de comparação.

Banco Pan (BPAN4)

Banco Pan informa lucro líquido de R$ 405 milhões no 1º trimestre de 2022, alta de 46,4% na comparação anual.

A receita líquida do Banco Pan alcançou R$ 4,727 bilhões, aumento de 8,9% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

“Conseguimos crescer mesmo diante de um cenário macroeconômico desafiador e estamos satisfeitos com o desempenho do PAN neste primeiro trimestre. Tivemos bons resultados na originação de crédito, com 88% do nosso portfólio colateralizado. Agora, com a conclusão da incorporação das ações da Mosaico, nossa expectativa é capturar valor do fluxo de clientes Buscapé e Zoom, para ofertar o produto mais adequado, no menor preço e na melhor condição de crédito e pagamento”, complementa Carlos Eduardo Guimarães (Cadu), CEO do Banco Pan.

Totvs (TOTS3)

Totvs reporta lucro consolidado de R$ 85 milhões no 1º trimestre de 2022, alta de 5,4% na comparação anual.

“Começamos 2022 em um ritmo parecido com o fechamento de 2021, entregando importantes e claras conquistas e evoluções em nossas 3 dimensões de negócio. Nossa jornada de construção desse ecossistema está em franco desenvolvimento e seguiremos adiante, buscando transformar a Totvs no “trusted advisor” de boa parte das empresas brasileiras”, comenta Dennis Herszkowicz, CEO da Totvs.

XP (XPBR31) e Banco Modal (MODL11)

XP e Banco Modal assinaram documentos definitivos para combinação de negócios.

Vale lembrar que o Grupo XP fez uma proposta de compra pelo Banco Modal no ano passado, que ainda passa pelo processo de aprovação das autoridades reguladoras no Brasil.

“A XP compartilha o mesmo propósito e visão estratégica de longo prazo que o Modal, com foco no resultado e cultura de empresa de dono. Temos convicção que esta operação agregará valor tanto para nossos acionistas quanto para nossos clientes, uma vez que pretendemos acelerar o processo de disrupção da indústria financeira brasileira, democratizando o acesso a produtos e serviços financeiros de alta qualidade com um preço acessível”, comentou o CEO do Banco Modal, Cristiano Ayres.

“Essa união fortalece tanto a XP quanto o Modal, mas no fim quem acaba ganhando são os clientes. Com mais escala e a união, conseguiremos criar produtos ainda melhores, com preços acessíveis. E vale ressaltar, mais uma vez, que ter os sócios, colaboradores e parceiros do Modal se unindo ao nosso sonho só é possível devido a um forte alinhamento cultural e visão de longo prazo”, comentou o CEO da XP Inc., Thiago Maffra.

Vale (VALE3)

Preço do minério de ferro sobe 2% na Bolsa de Dalian, na China, alta que movimenta as ações da Vale e de outras siderúrgicas.

Ambipar (AMBP3)

Ambipar pagará R$ 34,2 milhões em dividendos aos seus acionistas.

Tributação de dividendos

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, afirmou em entrevista ao jornal O Globo, que a casa legislativa pode retomar projeto que tributa os dividendos.

Ainda sobre tributação, a Receita Federal amplia isenção do Imposto de Renda sobre único imóvel.

BDRs e ações globais

Pfizer (PFIZ34)

Lucro da Pfizer foi de US$ 1,62 por ação no 1º trimestre de 2022, ante projeção do mercado de US$ 1,55 de lucro por ação.

A receita da Pfizer alcançou US$ 25,7 bilhões no período versus US$ 24,4 bilhões esperados por analistas.

Uber (U1BE34)

Lucro do Uber foi de US$ 0,06 por ação, ante expectativa de prejuízo do US$ 0,18 por ação.

A receita do Uber atingiu US$ 6,9 bilhões versus US$ 6,1 bilhões projetados pelo mercado.

Fontes de conteúdo e relatórios consultados: B3, CVM, Banco ABC Brasil, Avenue Intelligence, BTG Pactual, XP, Levante Research, Guide Investimentos, Ourinvest e Terra Investimentos.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App