Carteiras para maio de 2022: Conheça os ativos selecionados por estrategistas e analistas

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Carteiras para maio de 2022.

Aqui no Blog do Grana você terá informações sobre as principais carteiras recomendadas para o mês de maio de 2022 na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Carteiras para maio de 2022

Ágora Investimentos – Top 10

A carteira Top 10 formulada pela equipe do estrategista José Francisco Cataldo Ferreira, retirou Itaúsa (ITSA4) para entrada de Banco do Brasil (BBAS3).

Na visão da Ágora, o Banco do Brasil deve reportar o melhor conjunto de resultados entre os bancos de maior capitalização nesta temporada de resultados do 1º trimestre de 2022.

“Trata-se de uma oportunidade de curto prazo. Esperamos que o BB reporte lucro líquido de R$ 6 bilhões, praticamente estável no trimestre, e +21,5% na variação anual”, aponta a equipe da Ágora.

Segundo a corretora, o resultado com intermediação financeira deve ser principalmente suportado pelos ganhos comerciais acelerando +4,6% na variação trimestral (+57,7% na variação anual), enquanto a margem financeira com clientes deve permanecer tímida em função de custos de financiamento mais elevados.

Além disso, as provisões devem ficar relativamente estáveis, enquanto taxa de inadimplência (NPLs) deve crescer 0,13 ponto porcentual, impulsionada por pessoas físicas, e o índice de cobertura acima do sistema provavelmente será consumido, atingindo 314% de 325% no 4º trimestre de 2021.

“Ainda assim, as receitas com tarifas do banco devem contrair 4% na variação trimestral (9,2% na variação anual) em uma base de comparação difícil, enquanto as despesas operacionais devem compensar parcialmente as tarifas mais fracas em -2,6% na variação trimestral (+8,0% na variação anual), dado a renovação do quadro de funcionários e os efeitos da inflação, levando a um ROE maior de 16,7% (de 16,6% no 4º trimestre de 2021 e 15,1% no 1º trimestre de 2021)”, projeta a equipe de análise da Ágora, corretora do Bradesco.

Com a mudança, a carteira Top 10 da Ágora de maio passou a ter a seguinte composição: Banco do Brasil (BBAS3), Cemig (CMIG4), Lojas Renner (LREN3), JHSF (JHSF3), Weg (WEGE3), Petrobras (PETR4), Ambev (ABEV3), Iguatemi (IGTI11), Suzano (SUZB3) e Vale (VALE3).

José Francisco Cataldo Ferreira, estrategista de análise da Ágora Investimentos
Foto: Divulgação/Ágora

Ativa Investimentos

A Ativa Investimentos retirou os papéis de Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) para a inclusão de SulAmérica (SULA11) e Yduqs (YDUQ3).

Com as mudanças, a carteira da Ativa reúne os seguintes papéis: SulAmérica (SULA11), Yduqs (YDUQ3), Petz (PETZ3), JBS (JBSS3), Arezzo (ARZZ3), PetroRio (PRIO3), Natura (NTCO3), Grupo Mateus (GMAT3), Grupo Soma (SOMA3), Totvs (TOTS3), Bradesco (BBDC4), Suzano (SUZB3), Vibra Energia (VBBR3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Vale (VALE3).

BB Investimentos – Carteira Fundamentalista

A carteira Fundamentalista dos analistas Victor Penna (CNPI), Wesley Bernabé (CFA) e o time de research da BB Investimentos para o mês de maio de 2022 incluiu as ações de Itaú Unibanco (ITUB4), Lojas Renner (LREN3), Localiza (RENT3) e Vibra Energia (VBBR3) substituindo as ações de B3 (B3SA3), Bradesco (BBDC4), Magazine Luiza (MGLU3) e Suzano (SUZB3).

Com as mudanças, a carteira Fundamentalista passou a ser formada por: AES Brasil (AESB3), BTG Pactual (BPAC11), Itaú Unibanco (ITUB4), Lojas Renner (LREN3), Petrobras (PETR4), Localiza (RENT3), SLC Agrícola (SLCE3), Vale (VALE3), Vibra Energia (VBBR3) e Weg (WEGE3).

BTG Pactual

Para o mês de maio de 2022, o BTG Pactual retirou os papéis de Localiza (RENT3) e Cielo (CIEL3) para dar entrada no portfólio às ações da Minerva (BEEF3) e Locaweb (LWSA3).

Com as mudanças, a carteira do BTG Pactual ficou com a seguinte composição: Vale (VALE3), Itaú (ITUB4), Banco do Brasil (BBAS3), Raízen (RAIZ4), Energisa (ENGI11), Multiplan (MULT3), SLC Agrícola (SLCE3), Arezzo (ARZZ3), Locaweb (LWSA3) e Minerva (BEEF3).

Guide Investimentos

Para o mês de maio de 2022, a carteira da Guide Investimentos é formada por: Alupar (ALUP11), Banco do Brasil (BBAS3), Marfrig (MRFG3), Movida (MOVI3), Multiplan (MULT3), Petrobras (PETR4), SLC Agrícola (SLCE3), Tim (TIMS3), Vivara (VIVA3) e Vale (VALE3).

Inter – Carteira Retorno

Para o mês de maio de 2022, a head de Equity Research do Inter Gabriela Joubert retirou Vivara (VIVA3) e Carrefour Brasil (CRFB3) da carteira Retorno e incluiu Iguatemi (IGTI11) e Panvel (PNVL3).

Com as alterações, a carteira do Inter passa a ser composta por: 10% de AES Brasil (AESB3), 10% de Banco do Brasil (BBAS3), 9,5% de BB Seguridade (BBSE3), 10% de Gerdau (GGBR4), 10,5% de Iguatemi (IGTI11), 10,5% de JBS (JBSS3), 10% de Movida (MOVI3), 9,5% de Panvel (PNVL3), 10% de Sanepar (SAPR11) e 10% de Vale (VALE3).

Itaú – Top 5

A corretora do Itaú substituiu BTG Pactual (BPAC11) por Banco do Brasil (BBAS3) em sua última atualização em 10 de abril de 2022.

Portanto, a carteira Top 5 recomendada do Itaú para o mês de maio de 2022 é formada: Banco do Brasil (BBAS3), PetroRio (PRIO3), Hapvida (HAPV3), B3 (B3SA3) e Eletrobras (ELET3).

Modalmais

O analista do Modalmais Leandro Martins retirou todos os papéis anteriores de sua carteira de abril de 2022: BRF (BRFS3), Natura (NTCO3), Magazine Luiza (MGLU3), Cogna (COGN3) e Banco do Brasil (BBAS3).

E a nova carteira recomendada para maio de 2022 é formada por: JHSF (JHSF3), JBS (JBSS3), Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Iguatemi (IGTI11).

Nu Invest – Carteira Top 10

A equipe de análise da Nu Invest retirou os papéis da Porto Seguro (PSSA3) e da Triunfo (TIPS3) da carteira Top 10 para entrada de Telefônica Vivo (VIVT3) e Simpar (SIMH3).

Com as mudanças, os 10 ativos da carteira da Nu Invest fica com os seguintes porcentuais: ETF de Ibovespa BOVA11 (47%), ETF de S&P 500 IVVB11 (5%), Órizon ORVR3 (5%), Telefônica Vivo VIVT3 (7%), ETF de criptos HASH11 (5%), Transmissão Paulista TRPL4 (5%), Simpar SIMH3 (7%), Unipar UNIP6 (7%), Santos Brasil STBP3 (5%) e Fras-Le FRAS3 (7%).

Órama

A Órama retirou os papéis da Light da carteira e retornou com as ações da Vale para o mês de maio de 2022.

Com a mudança, a carteira da Órama ficou com a seguinte composição: Natura (NTCO3), Bradesco (BBDC4), BTG Pactual (BPAC11), Petz (PETZ3) CVC Brasil (CVCB3), Vale (VALE3), Simpar (SIMH3), Ultrapar (UGPA3), BRF (BRFS3) e Via (VIIA3).

Santander Corretora – Carteira Ibovespa

Para o mês de maio de 2022, a Carteira Ibovespa da corretora do Santander Brasil é formada por: 10% de BTG Pactual (BPAC11), 8% de CPFL (CPFE3), 10% de Itaú Unibanco (ITUB4), 6% de JBS (JBSS3), 9% de Multiplan (MULT3), 10% de Petrobras ON (PETR3), 10% de Suzano (SUZB3), 8% de Totvs (TOTS3), 13% de Vale (VALE3), 10% de Vibra Energia (VBBR3) e 6% de Weg (WEGE3).

Terra Investimentos

Para o mês de maio de 2022, a analista Eliz Sapucaia e o estrategista Régis Chinchila, retiraram as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) e Suzano (SUZB3) para a inclusão de Cosan (CSAN3) e Americanas (AMER3).

Com as alterações, a carteira da Terra passou a ser composta por: Gerdau (GGBR4), Iguatemi (IGTI11), Lojas Renner (LREN3), PetroRio (PRIO3), Ultrapar (UGPA3), Vale (VALE3), Eletrobras (ELET3), Weg (WEGE3), Americanas (AMER3) e Cosan (CSAN3).

Segundo os profissionais da análise, Cosan continua a ser de uma holding bem administrada e inteligente que oferece aos investidores maneiras de ganhar exposição a negócios Agro de alta qualidade que eles não poderiam fazer de outra forma.

É uma tese de investimento de “carrego” de longo prazo com potencial incomparável em vários temas importantes da economia brasileira.

O desafio para 2022 será aumento de eficiência, alocação de projetos e utilização de capex.

De acordo com a empresa eles irão direcionar liquidez para recomprar ação do grupo onde há maior geração de valor, e o alvo principal é a Cosan, acrescentando que a diretoria está satisfeita com os desembolsos e a performance na Radar.

Os analistas também destacam a escolha por Americanas (AMER3):

Eles argumentam que momento do e-commerce brasileiro é bem cauteloso, com desafios importantes ao longo de 2022.

“Acreditamos que em breve o cenário de aumento das taxas de juros faça efeito na inflação, e que a economia doméstica volte a mostrar uma boa performance”, relatam.

“Estamos mais construtivos com as margens neste ano com a fintech Ame (aplicativo que surgiu como uma plataforma de cashback) e expectativa de crescimento das lojas físicas”, afirmam.

Apesar de verem o cenário macroeconômico como desafiador para o consumo discricionário em geral, os analistas completam que a diversificação da Americanas e a sua exposição a itens de “cauda longa” (que envolvem produtos de valores menores, mas que fomentam a recorrência de compras na plataforma) são apontados como fatores positivos.

BDRs: Conheça a carteira de Régis Chinchila, da Terra Investimentos

Régis Chinchila (CNPI). Foto: Divulgação/Terra Investimentos

Toro Investimentos

Para o mês de maio de 2022, a plataforma Toro Investimentos selecionou a BDR da Booking (BKNG34) entre seus ativos da carteira recomendada.

A carteira da Toro ficou composta por: Vale (VALE3), JHSF (JHSF3), Raízen (RAIZ4), EDP Brasil (ENBR3), PetroRio (PRIO3), Tim (TIMS3), Weg (WEGE3), JBS (JBSS3), BDR da Booking (BKNG34) e Copasa (CSMG3).

A plataforma de investimentos relatou que Booking atua em mais de 200 países através de 6 marcas (Booking.com, Priceline, agoda, rentalcars.com, KAYAK e Open Table) oferecendo serviços relacionados ao turismo, como reservas de hotéis, resorts, pousadas, seguros, cruzeiros, aluguel de carros.

Listada em Bolsa desde 1999, a Booking já sobreviveu à bolha do “ponto com” e cresceu de forma acelerada ao longo dos últimos anos, se consolidando no mercado de viagens online.

“Com a volta da demanda por viagens, acreditamos que a Booking está posicionada e deve se beneficiar de seu modelo de negócios e execução. Esperamos que a volta da demanda seja um catalisador para a performance de curto prazo dos papéis”, relatou a Toro, sobre a escolha da Booking na carteira.

XP Investimentos

Para o mês de maio de 2021, a equipe da XP formada por Fernando Ferreira (estrategista chefe), Jennie Li (estrategista) e Rebecca Nossig (analista) reduziu o peso de Vale de 15% para 10% na carteira Top 10.

A XP também incluiu Petz (PETZ3) e Assaí (ASAI3) substituindo os papéis de Raia Drogasil (RADL3) e Marfrig (MRFG3), que deixaram a carteira.

A seleção completa pode ser conferida por clientes Expert Pass no site da XP.

Jennie Li, estrategista de ações da XP. Foto: Divulgação/XP.

Warren

Para o mês de maio de 2022, a equipe de analistas da Warren formada por Celson Placido, Frederico Nobre, Gustavo Pazos e Lucas Xavier incluiu as ações Fleury (FLRY3) e Randon (RAPT4) na carteira em substituição ao papel do BTG Pactual (BPAC11).

Com as mudanças, a carteira da Warren ficou com 12 ativos: Vale (VALE3), São Martinho (SMTO3), Simpar (SIMH3), JBS (JBSS3), Taesa (TAEE11), Klabin (KLBN11), Vibra Energia (VBBR3), Engie (EGIE3), Fleury (FLRY3), Petrobras (PETR4), Randon (RAPT4) e PetroRio (PRIO3).

Fontes de conteúdo e relatórios consultados: Ágora, Ativa, BTG Pactual, Órama, Guide, Terra, XP e Warren.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App