Ranking de capacidade de investimentos 2021: Conheça as 10 empresas que mais investiram

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Ranking de capacidade de investimentos 2021.

Aqui no Blog do Grana, você terá informações sobre quais foram as 10 empresas de capital aberto que mais investiram (Capex) em 2021, segundo levantamento da Economatica sobre a relação Capex/Depreciação de uma amostra de 216 demonstrações financeiras de grandes empresas brasileiras.

A Economatica explicou que o Capex/Depreciação é o indicador que avalia o nível de investimentos que as empresas efetuam com relação ao nível de depreciação no mesmo período.

Confira na sequência do texto:

Caminhão da mineradora Vale. Foto: Daniel Mansur/Vale

Ranking de Capacidade de Investimentos 2021

Empresas com maior valor de Capex em 2021:

1º – Vale (VALE3) : R$ 27,538 bilhões

Além do Capex de R$ 27,538 bilhões, a Vale também registrou R$ 16,379 bilhões de valor de depreciação em 2021, com uma relação Capex/Depreciação de 168,1%.

2º – JBS (JBSS3): R$ 18,78 bilhões

Além do Capex de R$ 18,78 bilhões, a JBS registrou R$ 9,028 bilhões de depreciação em 2021, com uma relação Capex/Depreciação de 208%.

3º – CCR (CCRO3): R$ 9,516 bilhões

Além do Capex de R$ 9,516 bilhões no ano passado, a CCR registrou R$ 3,153 bilhões de depreciação, com uma relação Capex/Depreciação de 301,8%.

4º – Petrobras (PETR3/PETR4): R$ 8,769 bilhões

Depois de um Capex de R$ 25,074 bilhões em 2020, a Petrobras teve um Capex de R$ 8,769 bilhões em 2021. A depreciação no ano passado ficou em R$ 63,048 bilhões, o que proporcionou uma relação Capex/Depreciação de 13,9%.

5º – Telefônica Vivo (VIVT3): R$ 8,291 bilhões

A Telefônica Vivo, que registrou um Capex de R$ 8,291 bilhões, também teve uma depreciação maior, de R$ 12,038 bilhões em 2021. Com isso, a relação Capex/Depreciação ficou em 68,9%.

6º – Ambev (ABEV3): R$ 7,38 bilhões

Além do Capex de R$ 7,38 bilhões em 2021, a Ambev registrou uma depreciação de R$ 5,397 bilhões no ano passado, com uma relação Capex/Depreciação de 136,8%.

7º – Neoenergia (NEOE3): R$ 5,453 bilhões

Com um Capex de R$ 5,453 bilhões no ano passado e uma depreciação de R$ 1,777 bilhão no mesmo período, a relação Capex/Depreciação da Neoenergia ficou em 306,9%.

8º – Cosan (CSAN3): R$ 5,076 bilhões

Com um Capex de R$ 5,076 bilhões em 2021 e uma depreciação de R$ 2,222 bilhões em igual período, a relação Capex/Depreciação da Cosan ficou em 228,5%.

9º – Suzano (SUZB3): R$ 4,884 bilhões

Com um Capex de R$ 4,884 bilhões em 2021 e uma depreciação de R$ 7,038 bilhões, a relação Capex/Depreciação da Suzano ficou em 69,4%.

10º – Hypera (HYPE3): R$ 4,413 bilhões

Diante de um Capex de R$ 4,413 bilhões em 2021 e uma depreciação de R$ 134 milhões, a relação Capex/Depreciação da Hypera ficou em extraordinários 3.301,1%, ou seja, mais de 33 vezes o seu valor de depreciação no período.

Fonte: Economatica

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App