Ibovespa sobe 1,80% na volta do feriado

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Em 02-03-2022, o Ibovespa subiu 1,80%, aos 115.173 pontos.

“Tem um fluxo de recursos de estrangeiros vindo para renda fixa e Bolsa”, identificou Cristiane Quartaroli economista do Banco Ourinvest. O dólar caiu 0,94%, a R$ 5,107 no mercado à vista da B3.

Em Nova York, o Dow Jones avançou 1,79%, a 33.891 pontos. O S&P 500 registrou alta de 1,86%, aos 4.386 pontos. Já o Nasdaq Composite evoluiu 1,62%, aos 13.752 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Cenário global: Guerra na Ucrânia

A Guerra na Ucrânia toma todas as atenções dos mercados globais. Os preços do petróleo, minério de ferro, milho e trigo dispararam nos últimos dias e elevam o risco de inflação global.

O preço do petróleo ultrapassou a marca de US$ 110 por barril, cerca de 10% acima dos patamares da semana passada.

“O preço do petróleo e do gás natural estão alcançando máximas históricas, mas são altas muito voláteis”, alerta Davi Lelis, especialista da Valor Investimentos.

Para aproveitar os preços nas alturas, a Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP+) fechou acordo para aumentar a produção em 400 mil barris por dia.

E para amenizar a situação nos EUA, o presidente norte-americano Joe Biden anunciou a liberação de 30 milhões de barris de petróleo das reservas estratégicas.

Na Ásia, o preço do minério de ferro subiu 0,6% no porto chinês de Qingdao, para US$ 144,98 por tonelada, alta que influenciou as ações da mineradora Vale e de siderúrgicas brasileiras.

Na avaliação de Álvaro Bandeira, economista-chefe do Modalmais, pelo desempenho dos mercados no mundo na sessão de hoje, os investidores estão fazendo apostas de risco no término da guerra, acordos diplomáticos ou no cessar-fogo.

Como esperado aqui para o Brasil, o dia foi de recuperação em praticamente todos os mercados acionários do mundo, depois de madrugada fraca na Ásia.

“Bolsas da Europa com boas altas, mercados nos EUA também positivos e o Ibovespa voltando àquele patamar dos 115 mil pontos, como vínhamos marcando”, comentou Bandeira.

A ONU finalmente aprovou a resolução condenando a invasão da Ucrânia pela Rússia, que havia sido impugnada anteriormente no conselho de segurança pelo veto do representante da Rússia.

Mas a China se opõe firmemente a todas as sanções unilaterais e ilegais contra a Rússia.

“A China deve e pode fazer o papel de mediadora no conflito”, apontou o economista-chefe.

Na Rússia, Putin proibiu retirada de mais de US$ 10 mil em moeda estrangeira. 

De outra feita, fundos e ativos com exposição à Rússia têm resgates congelados, e a União Europeia cita que o setor financeiro europeu tem fraca exposição à Rússia e alterou a orientação para a política fiscal de 2023 por conta das sanções.

O BCE (BC europeu) começa a implementar as sanções que vão isolar ainda mais a Rússia.

“Os oligarcas ricos da Rússia começam oposição a Putin e tentam se proteger”, observou Bandeira, em seu relatório de fechamento de mercado.

Destaques do Ibovespa: PetroRio, 3R Petroleum, CSN e Vale

Diante do aumento dos preços das commodities no exterior, as ações das empresas brasileiras dispararam na volta do feriado de Carnaval.

Por volta das 14 horas, PetroRio disparava 10,30%, 3R Petroleum saltava 10,19%, CSN avançava 6,89% e Vale subia 5,83%. Em ritmo menor, Petrobras PN tinha alta de 2,41%.

Maiores altas

  • 3R Petroleum (RRRP3): + 12,93%, a R$ 38,26 por ação ON
  • PetroRio (PRIO3): +9,02%, a R$ 28,15 por ação ON
  • CSN (CSNA3): +8,09%, a R$ 27,13 por ação ON
  • Vale (VALE3): +7,99%, a R$ 99,65 por ação ON
  • Bradespar (BRAP4): +6,54%, a R$ 32,09 por ação PN

Maiores baixas

  • Ambev (ABEV3): -4,47%, a R$ 14,52 por ação ON
  • Natura (NTCO3): -4,02%, a R$ 22,22 por ação ON
  • Cielo (CIEL3): -3,89%, a R$ 2,47 por ação ON
  • Ultrapar (UGPA3): -3,38%, a R$ 14,31 por ação ON
  • Multiplan (MULT3): -3,17%, a R$ 21,39 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Vale (VALE3)

A Vale pagará R$ 236 milhões em indenização para o Estado de Minas Gerais por perder prazo para eliminar barragens com riscos.

VALE3 subiu 7,99%, a R$ 99,65 por ação ON e figurou entre as maiores altas do Ibovespa, impulsionada pelo aumento do preço do minério de ferro no exterior.

Banco do Brasil (BBAS3)

Banco do Brasil pagará R$ 0,2106 por ação em juros sobre capital próprio (JCP) aos seus acionistas.

BBAS3 subiu 1,11%, a R$ 35,60 por ação ON.

Taesa (TAEE11)

Taesa revisa projeções de investimentos para faixa entre R$ 155 milhões e R$ 175 milhões em 2022.

TAEE11 subiu 1,14%, a R$ 39,88 por unit.

Alpargatas (ALPA4)

Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a venda de 60% da participação da Alpargatas na Osklen para a Dass Nordeste, sem restrições.

ALPA4 avançou 2,10%, a R$ 26,27 por ação PN.

Marcopolo (POMO4)

Marcopolo registra lucro líquido de R$ 65 milhões no 4º trimestre de 2022.

Receita líquida da Marcopolo alcançou R$ 1,1 bilhão, alta de 5% na comparação anual.

Com a divulgação do balanço, POMO4 caiu 5,52%, a R$ 2,74 por ação PN.

BDRs e ações globais

Nos mercados em Nova York (EUA) repercutiu bem o discurso do presidente do Federal Reserve (FED, o BC dos EUA) Jerome Powell na Câmara americana, dizendo que segue esperando inflação em queda no ano.

“Powell entende que os efeitos sobre a economia são ainda incertos e que vai elevar juros com cuidado por incertezas geradas pela guerra”, avaliou o economista chefe do Modalmais, Alvaro Bandeira, em relatório de fechamento de mercado.

Diante das menores preocupações com o aumento de juros nos Estados Unidos, reflexo das incertezas com a Guerra da Ucrânia, as ações das principais empresas globais ficaram no positivo em Nova York:

Walmart (+0,12%), Procter & Gamble (+0,31%), McDonald’s (+0,55%), Verizon (+0,99%), Bank of America (+1,62%), Citigroup (+1,66%), Microsoft (1,78%), Apple (+2,06%), Chevron (+2,95%), Dow Chemical (+3,62%), AMD (+3,91%), Intel (+4,38%), Caterpillar (+5,35%), Ford (+8,38%), Paramount (+9,24%) e Hewlett Packard (+10,25%), sendo as duas últimas entre maiores altas do S&P 500.

Na ponta negativa em Nova York estavam poucas ações: Visa (-0,23%) e Twitter (-2,64%), sendo essa última entre as maiores baixas do S&P 500.

ExxonMobil (EXXO34), BP (B1PP34) e Shell (RDSA34)

ExxonMobil, British Petroleum e Royal Dutch Shell suspenderam seus negócios de produção de petróleo e de gás natural na Rússia.

No Brasil, o recibo da ação da ExxonMobil subiu 2,98%, a R$ 102,62 por BDR. Já o recibo da ação da British Petroleum caiu 2,62%, a R$ 38,34 por BDR.

A Bolsa brasileira (B3) não registrou movimentação com o BDR da Royal Dutch Shell (RDSA34).

Apple (AAPL34) e Dell (D1EL34)

Apple, Dell e Ericsson suspenderam negócios com seus parceiros na Rússia.

O recibo da ação da Apple caiu 0,047%, a R$ 84,85 por BDR. Já o recibo da ação da Dell avançou 2,96%, a R$ 274,82 por BDR.

Volvo, Renault e BMW

Volvo, Renault e BWM suspenderam exportações, vendas e demais negócios na Rússia.

Entre os exemplos de reflexo desse tipo de medida, a ação da BMW recuou 2,34% na Europa, para 80,56 euros por ação.

Relatórios consultados: B3, CVM, ABC Brasil, BTG Pactual, XP, Avenue Intelligence, Levante Research, Modalmais, Guide Investimentos e Terra Investimentos.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App