Ibovespa encerra fevereiro com ganhos de 0,89%

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Em 25-02-2022, o Ibovespa subiu 1,39%, aos 113.141,94 pontos. Com essa elevação no último dia útil do mês, o índice garantiu ganhos de 0,89% em fevereiro e acumula valorização de 7,93% no ano.

Em Nova York, o Dow Jones registrou alta de 2,51%, aos 34.058 pontos. O S&P 500 avançou 2,24%, aos 4.384 pontos. Já o Nasdaq Composite recuou 1,64%, aos 13.694 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Cenário global – Guerra na Ucrânia

No segundo dia da Guerra na Ucrânia, os russos atacavam nas proximidades de Kiev, a capital ucraniana.

Como reflexo mais imediato, o preço do petróleo Brent chegou a ultrapassar novamente a barreira de US$ 100 por barril pela manhã, aumento que influenciou as ações de petrolíferas brasileiras e globais.

No período da tarde, com a disposição da Rússia em negociar – mesmo que dentro de suas condições – com a Ucrânia – o preço do petróleo passou a cair e fechou em queda de 1,36%, a US$ 94,12 por barril, na ICE, em Londres (Reino Unido).

No Brasil, as ações das petrolíferas avançaram: Petrobras PN (+1,83%), Petrobras ON (+1,85%), PetroRio (+3,86%) e 3R Petroleum (+5,64%), sendo que essa última ficou entre as maiores altas do Ibovespa.

Destaques da Bolsa – CCR (CCRO3), IRB Brasil (IRBR3) e Vale (VALE3)

As ações de CCR, IRB Brasil e Vale apareceram entre os destaques da Bolsa.

VALE3 registrou alta de 5,41% e fechou em R$ 92,28 por ação, após a empresa registrar lucro recorde de R$ 121,2 bilhões em 2021, o maior já registrado por empresas de capital aberto no Brasil.

A mineradora anunciou dividendos de R$ 3,70 por ação. O lucro alcançou US$ 5,43 bilhões no 4º trimestre de 2021, ante US$ 739 milhões em igual período de 2020.

A receita da Vale no 4º trimestre atingiu US$ 13,1 bilhões, queda de 10,4% na comparação anual.

Já as ações de IRB Brasil (-3,16%) e da CCR (-5,24%) ficaram entre as baixas do Ibovespa, também reflexo da divulgação dos respectivos balanços do último trimestre do ano passado.

A IRB Brasil informou prejuízo de R$ 371 milhões no 4º trimestre de 2021.

E a CCR declarou prejuízo de R$ 133,2 milhões no 4º trimestre de 2021, contra resultado negativo de R$ 75 milhões em igual trimestre de 2020.

Maiores altas

  • CSN (CSNA3): +6,81%, a R$ 25,10 por ação ON
  • 3R Petroleum (RRRP3): + 5,64%, a R$ 33,88 por ação ON
  • Vale (VALE3): +5,41%, a R$ 92,28 por ação ON
  • Gerdau (GGBR4): +4,86%, a R$ 25,46 por ação PN
  • Carrefour Brasil (CRFB3): +4,10%, a R$ 19,05 por ação ON

Maiores baixas

  • Qualicorp (QUAL3): -7,15%, a R$ 12,86 por ação ON
  • Locaweb (LWSA3): -6,90%, a R$ 9,99 por ação ON
  • CCR (CCRO3): -5,24%, a R$ 11,76 por ação ON
  • Cogna (COGN3): -4,64%, a R$ 2,26 por ação ON
  • Ultrapar (UGPA3): -4,20%, a R$ 14,81 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Pão de Açúcar (PCAR3) e Assaí (ASAI3)

Pão de Açúcar e Sendas celebram contratos com fundo imobiliário Barzel Properties para alienação de 17 imóveis próprios para posterior locação para o Assaí.

PCAR3 subiu 2,01%, a R$ 23,30 por ação ON.

A locação para Assaí terá prazo de 25 anos, renováveis por um período adicional de 15 anos. O valor é de R$ 1,2 bilhão.

ASAI3 recuou 0,59%, a R$ 13,46 por ação ON.

Americanas (AMER3)

Americanas registrou lucro de R$ 489,7 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 20,5% na comparação anual.

Receita da Americanas somou R$ 9,1 bilhões no 4º trimestre de 2021, aumento de 22% em relação ao mesmo período de 2020.

Com a divulgação do balanço, AMER3 subiu 0,99%, a R$ 30,50 por ação ON.

Hypera (HYPE3)

Hypera registrou lucro de R$ 353 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 12% na comparação anual.

A Hypera também anunciou a recompra de até 10 milhões de ações.

Com a divulgação do balanço e o programa de recompra de ações, HYPE3 subiu 2,79%, a R$ 33,50 por ação ON.

Azul (AZUL4)

Azul registra prejuízo líquido de R$ 950 milhões no 4º trimestre de 2021.

A receita líquida da Azul cresceu 109%, para R$ 3,7 bilhões.

O lucro antes de impostos, taxas, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado da Azul alcançou R$ 1 bilhão, 5 vezes superior na comparação anual.

Com a divulgação do balanço e cenário de incertezas sobre os custos para o setor mundial de aviação civil por causa da guerra na Ucrânia, AZUL4 caiu 2,95%, a R$ 25,29 por ação PN.

Sanepar (SAPR11)

A Sanepar divulgou Ebitda ajustado de R$ 601,8 milhões no 4º trimestre de 2021, acima das expectativas de mercado.

O lucro líquido da Sanepar somou R$ 332 milhões no período.

Com a divulgação do balanço, SAPR11 subiu 1,87%, a R$ 20,18 por unit.

Ômega Energia (MEGA3)

Ômega Energia informou Ebitda ajustado de R$ 406,4 milhões no 4º trimestre de 2021, abaixo do guidance, a expectativa da própria companhia.  

Com a divulgação do balanço, MEGA3 subiu 3,84%, a R$ 10,83 por ação.

JHSF (JHSF3)

JHSF divulgou lucro líquido de R$ 255 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 35% na comparação anual.

Ebitda ajustado da JHSF cresceu 10%, para R$ 264 milhões.

Receita líquida da JHSF somou R$ 483 milhões, 22% acima dos R$ 390 milhões obtidos no 4º trimestre de 2020.

O resultado puxado por receitas do Complexo Boa Vista e Boa Vista Estates, segundo relatório da XP.

JHSF3 recuou 1,07%, a R$ 5,53 por ação ON.

Randon (RAPT4)

Randon divulga Ebitda ajustado de R$ 312 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 12% na comparação anual.

RAPT4 caiu 1,21%, a R$ 10,61 por ação PN.

Burger King Brasil (BKBR3)

Burger King Brasil teve receita líquida de R$ 913 milhões, alta de 6% na comparação anual.

Lucro líquido de Burger King ficou em R$ 24 milhões.

Com a divulgação dos resultados, BKBR3 avançou 3,58%, a R$ 6,65 por ação ON.

Grendene (GRND3)

Grendene vendeu 51 milhões de pares de calçados no 4º trimestre de 2021, 5% acima do esperado.

Com a informação espalhada pelo mercado, GRND3 saltou 4,08%, a R$ 8,41 por ação ON.

Irani (RANI3)

Irani informou Ebitda ajustado de R$ 134 milhões no 4º trimestre de 2021, acima das expectativas do mercado.

Com a divulgação do balanço, RANI3 subiu 3,57%, a R$ 6,09 por ação ON.

BDRs e ações globais

Na avaliação de Alvaro Bandeira, economista-chefe do Modalmais, os mercados começaram a sexta-feira (25/02) ainda diante de forte tensão pelos ataques ao longo do dia e pela madrugada da Rússia contra a Ucrânia, com tropas se dirigindo para a capital Kiev depois dos ucranianos terem perdido Chernobyl.

Mas, aos poucos, os mercados foram reagindo positivamente diante das sanções impostas de forma coordenada por diferentes países e blocos, mas também por conta da disposição manifestada pela Rússia em voltar a conversar com a Ucrânia, após abertura do presidente Zelensky.

Mas também tínhamos novas informações truncadas, com a Rússia dizendo que só voltaria a negociar depois de desmilitarizar a Ucrânia e que imporia retaliações para países ocidentais.

O presidente da China também conversou com Wladimir Putin e defendeu negociações de paz, falando ser importante rejeitar a mentalidade de guerra fria, respeitando a soberania e integridade dos países.

“Isso pode ter sensibilizado um pouco Putin”, comentou Bandeira.

Já a União Europeia seguiu buscando contornar eventual manipulação do mercado de energia pela Rússia, e Biden prometeu liberar estoques estratégicos.

A União Europeia também falou em sanções diretas para Putin e Lavrov, e disse que não havia consenso na região de excluir a Rússia do programa Swift de pagamento global.

“Seria uma das últimas sanções a serem aplicadas. Mas fato é que os mercados reverteram tendência para forte alta, principalmente após a abertura do mercado americano com valorizações”, concluiu Bandeira, em seu relatório de fechamento de mercado.

Com a possibilidade de negociação diplomática, ainda que nos termos exigidos pela Rússia, as ações de grandes empresas norte-americanas mostraram ganhos:

Apple (+1,30%), Intel (+2,12%), Microsoft (+0,92%), Verizon (+2,91%), Chevron (+4,10%), Jonhson & Johnson (+4,97%), 3M (+4,74%), Procter & Gamble (+4,27%), Walt Disney (+0,09%), Visa (+0,91%), Nike (+1,19%), AMD (+3,82%), Ford (+3,96%), Bank of America (+3,26%), Nvidia (+1,72%).

Na ponta negativa, poucos papéis de empresas conhecidas no Brasil: Moderna (-3,14%) e HP Hewlett Packard (-1,42%), entre as maiores baixas do S&P 500.

Alibaba (BABA34)

Alibaba (BABA34) reportou lucro de 16,87 iuanes por ação, ante 16,18 iuanes de lucro por ação (LPA).

No Brasil, o recibo da ação de Alibaba (BABA34) caiu 1,05%, a R$ 19,75 por BDR.

Tesla (TSLA34)

Tesla (TSLA34) pretende dobrar produção na fábrica de Xangai, na China, para 2 milhões de carros por ano.

No Brasil, o recibo da ação da Tesla oscilou para cima ao longo do pregão na Bolsa brasileira, mas fechou estável cotado a R$ 129 por BDR.

Meta (FBOK34)

Meta (FBOK34) trabalha em pesquisas de inteligência artificial com objetivo de gerir a realidade virtual por meio de comandos de voz.

No Brasil, o recibo da ação da Meta Platforms (FBOK34) avançou 1,47%, a R$ 38,61 por BDR.

Relatórios consultados: B3, CVM, ABC Brasil, BTG Pactual, XP, Avenue Intelligence, Levante Research, Modalmais, Guide Investimentos e Terra Investimentos.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App