Tensão entre Ucrânia e Rússia é o principal assunto da Bolsa e dos mercados globais

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

A tensão entre Ucrânia e Rússia é o principal assunto da Bolsa brasileira (B3) e dos mercados globais hoje (22/02), após o presidente russo Vladimir Putin reconhecer ontem (21/02) a independência de duas regiões separatistas do país vizinho e enviar “tropas de paz” para garantir a segurança de cidadãos russos.

No Brasil, as ações da Petrobras que já haviam figurado ontem entre as maiores altas mantinham o sinal de valorização hoje.

Por volta do meio-dia, o Ibovespa avançava 1,28%, aos 113.158 pontos.

Em Nova York (EUA), no mesmo horário, o Dow Jones recuava 0,38%, aos 33.950 pontos. O S&P 500 registrava alta de 0,10%, aos 4.353 pontos. Já o Nasdaq Composite subia 0,39%, aos 13.600 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Cenário global: Tensão entre Ucrânia e Rússia

De acordo com o coordenador do departamento econômico do Banco ABC Brasil, Daniel Xavier, o agravamento das tensões entre Rússia e Ucrânia segue “minando o humor” global.

Ontem, quando os mercados dos EUA permaneceram fechados, o presidente russo, Vladimir Putin, autorizou o envio de tropas para as regiões separatistas de Donetsk e Luhansk, no leste da Ucrânia, depois de reconhecê-las como repúblicas independentes.

Em reação, o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou proibições a novos investimentos nas chamadas regiões do leste da Ucrânia e também a proibição da importação para os EUA, direta ou indiretamente, de quaisquer bens, serviços ou tecnologia das áreas abrangidas.

O petróleo Brent volta a subir forte, avançando 2,5%, para US$ 97,7 por barril, com as incertezas sobre como as exportações de óleo e gás da Rússia serão afetadas no caso de uma guerra.

Os mercados asiáticos fecharam em queda nesta terça-feira (22/02).

Destaque do Ibovespa: Banco Inter (BIDI11)

A unit do Banco Inter (BIDI11) recuava 5,61% por volta do meio-dia, maior baixa do Ibovespa.

Entre os fundamentos para explicar a baixa, o banco divulgou que registrou lucro de R$ 6,4 milhões no 4º trimestre de 2021, queda de 67% na comparação anual.

Maiores altas ao meio-dia

  • Grupo Soma (SOMA3): +6,83%
  • Petz (PETZ3): +6,22%
  • Cogna (COGN3): +6,17%
  • Locaweb (LWSA3): +5,64%
  • Alpargatas (ALPA4): +4,40%

Maiores baixas ao meio-dia

  • Banco Inter (BIDI11): -5,61%
  • Americanas (AMER3): -3,21%
  • Cosan (CSAN3): -2,27%
  • Braskem (BRKM5): -1,12%
  • Bradespar (BRAP4): -1,08%

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Assaí (ASAI3)

Assaí reportou lucro de R$ 527 milhões no 4º trimestre de 2021, acima das expectativas do mercado.

Receita de Assaí aumentou 8% na comparação com igual trimestre de 2020.

JSL (JSLG3)

JSL teve lucro de R$ 54,3 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 78% na comparação com igual período de 2020.

Movida (MOVI3)

Movida registrou lucro de R$ 277 milhões no 4º trimestre de 2021, alta de 99,5% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Braskem (BRKM5)

Braskem informou queda de 0,5% na produção de eteno e a manutenção em 85% da taxa média de utilização das centrais petroquímicas no Brasil.  

Cosan (CSAN3) e Porto Seguro (PSSA3)

Cosan e Porto Seguro encerram projeto de joint-venture de mobilidade Mobitech.

Vale (VALE3)

Preço do minério de ferro cai 1,28% no porto chinês de Qingdao, a US$ 135,78 por tonelada, baixa que pode impactar as ações da mineradora Vale e de siderúrgicas brasileiras.

Marfrig (MRFG3) e BRF (BRFS3)

Marfrig anuncia objetivo de começar a influenciar na gestão da concorrente BRF, onde possui participação acionária relevante.

Blau (BLAU3)

Blau reportou lucro líquido de R$ 44 milhões no 4º trimestre de 2021.

Receita da Blau aumentou 3,6% na comparação com igual trimestre de 2020.

BDRs e ações EUA

Intel (ITCL34)

Ações da Intel recuam mais de 5% após empresa anunciar que terá que gastar mais nos próximos dois anos para impulsionar mercado de semicondutores.

Mercedes-Benz

Mercedes-Benz anunciou que produzir apenas veículos elétricos a partir da segunda metade da década, ou seja, a partir de 2026.

Tik Tok e Google (GOGL34)

Tik Tok anunciou que investirá em vídeos mais longos de 5 minutos aproximando-se do formato do concorrente Youtube, do Google.  

Relatórios consultados: B3, CVM, ABC Brasil, BTG Pactual, XP, Avenue Intelligence, Levante Research, Modalmais e Guide Investimentos.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App