BB pagará proventos de R$ 0,8091 por ação em dividendos e juros sobre capital próprio

BB pagará proventos

O BB pagará proventos de R$ 0,8091 por ação BBSA3 em 11 de março de 2022 aos seus acionistas, conforme fato relevante divulgado ao mercado antes da abertura do mercado em 15 de fevereiro de 2022.

O montante equivale a R$ 0,3598 por ação em dividendos e R$ 0,4593 por ação em juros sobre capital próprio (JCP) complementar.

Ao todo, o Banco do Brasil distribuirá R$ 2,3 bilhões aos acionistas, sendo R$ 1,015 bilhão em dividendos e R$ 1,29 bilhão em juros sobre capital próprio (JCP).

Lucro do Banco do Brasil em 2021

O Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado recorde de R$ 21 bilhões no ano de 2021, um crescimento anual de 51,4%.

Balanço do 4º trimestre de 2021

Lucro líquido

O BB registrou lucro de R$ 5,93 bilhões no quarto trimestre de 2021, alta de 60,5% na comparação anual.

O retorno sobre o patrimônio líquido (RSPL) anualizado alcançou 15,8%.

Menores despesas com provisões de crédito

De acordo com as informações divulgadas pelo Banco do Brasil, o bom desempenho no ano é explicado por menores despesas com provisões de crédito (-40,2%), crescimento da carteira de crédito, incremento nas receitas de prestação de serviços e na margem financeira bruta.

Carteira de crédito ampliada

A carteira de crédito ampliada atingiu R$ 874,9 bilhões em dezembro de 2021, com evolução de 7,4% na comparação com setembro de 2021 e 17,8% na comparação anual.

Todos os segmentos apresentaram crescimento, com destaque para as operações com pessoas físicas, agronegócio e títulos e valores privados e garantias.

Carteira de crédito do agronegócio

O agronegócio segue como vetor do resultado. A carteira ampliada do Agro superou o recorde anterior e atingiu em dezembro de 2021 a cifra de R$ 248 bilhões.

A carteira cresceu 9,9% na comparação com setembro de 2021, com destaque para o custeio agropecuário (+14,3%), para as linhas de investimento e comercialização agropecuária, (+22,0% e +9,7%, respectivamente) e industrialização (+9,1%).

Vale ressaltar o crescimento de 183,6% em títulos do agronegócio, cédula de produtor rural (CPR) e certificado de direitos creditórios do agronegócio (CDCA).

Carteira de crédito para pessoas físicas

A carteira pessoa física cresceu 4,5% frente a setembro de 2021, principalmente devido à performance positiva no crédito consignado (+2,1%), no cartão de crédito (+20,4%) e no empréstimo pessoal (+6,4%).

Carteira de crédito para empresas

Na pessoa jurídica houve crescimento trimestral de 7,7%, com destaque para o crescimento de títulos e valores mobiliários privados e garantias (+32,0%) e recebíveis (+30,7%). 

Índice de inadimplência

O índice de inadimplência acima de 90 dias da carteira total ficou em 1,75%, inferior ao patamar do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Receitas de prestação de serviços

As receitas de prestação de serviços totalizaram R$ 7,8 bilhões no 4º trimestre, crescimento de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado e 5,2% na comparação o 3º trimestre de 2021.

A evolução em relação ao trimestre anterior foi influenciada pelo desempenho de cartão de crédito (+11,0%), consórcios (+9,3%), operações de crédito (+20,6%) e rendas do mercado de capitais (+81,9%).

Em 2021, as receitas de prestação de serviços somaram R$ 29,3 bilhões, um aumento de 2,2% quando comparado com 2020, influenciado pelo desempenho comercial nos segmentos de administração de fundos (+8,8%), seguridade (+10,7%), e consórcios (+29,2%).

Despesas administrativas

Em 2021, as despesas administrativas aumentaram (+1,4%), mantendo-se dentro do intervalo das projeções corporativas para o ano de 2021.

Projeções corporativas do Banco do Brasil para 2022

O Banco do Brasil também divulgou na CVM suas projeções corporativas para 2022, conforme abaixo:

PROJEÇÕES CORPORATIVAS Para 2022
Lucro líquido ajustado – R$ bilhões23,0 a 26,0
Margem financeira bruta – %11,0 a 15,0
Carteira de crédito – %8,0 a 12,0
Pessoas físicas – %10,0 a 14,0
Empresas – %3,0 a 7,0
Agronegócios – %10,0 a 14,0
Receitas de prestação de serviços – %4,0 a 8,0
Despesas administrativas – %4,0 a 8,0
PCLD ampliada – R$ bilhões-16,0 a -13,0
Divulgação: Banco do Brasil

Observações sobre as projeções: A carteira de crédito corresponde à carteira classificada doméstica, adicionada de títulos e valores mobiliários privados e garantias e não considera o crédito ao governo. O item Empresas também não considera o crédito para empresas do governo.

Análise da Levante sobre o balanço do BB

De acordo com relatório da Levante Research, o resultado do Banco do Brasil ficou acima das expectativas, especialmente em termos do lucro líquido e retorno sobre patrimônio líquido (ROE).

“Por isso esperamos um impacto positivo nas ações da companhia (BBAS3) no curto prazo. Soma-se ao fato dos bons resultados entregues, a divulgação do guidance (projeções corporativas) acima das expectativas deve ajudar a impulsionar as ações”, descreve o relatório da casa de análise.

Ainda segundo a Levante, o o bom crescimento da carteira de crédito com uma boa qualidade dos ativos é um diferencial da Instituição, que concentra participação relevante em consignados de servidores públicos e crédito rural, e explica, em partes, a melhor performance de sua inadimplência em relação aos outros bancos.

“Além disso, o Banco Brasil teve um excelente resultado de tesouraria no ano. Outro ponto positivo é o bom resultado das receitas de serviços, que segue crescendo em alguns produtos e que devem continuar tendo bom desempenho em 2022”, conclui o texto do relatório.

Análise da XP sobre o balanço do BB

De acordo com Renan Manda, analista-chefe do setor financeiro e Matheus Odaguil, analista de setor financeiro da XP, o Banco do Brasil (BBAS3) apresentou resultados positivos no quarto trimestre de 2021 (4T21).

“Apesar da margem financeira bruta (MFB) mais fraca do que o esperado, as maiores receitas de serviços, menores despesas operacionais e custos de crédito compensaram a MFB, resultado em um lucro líquido de R$ 5,9 bilhões no trimestre, superando as estimativas”, relataram os analistas.

Além disso, o perfil defensivo de sua carteira de crédito continua sustentando o baixo índice de inadimplência do Banco do Brasil e “robusto” índice de cobertura.

“Com isso, esperamos uma reação positiva e reiteramos nossa visão positiva para o Banco do Brasil, sendo também nosso papel favorito do setor, com preço alvo de R$ 52 por ação BBAS3”, conclui o relatório da XP.

Análise da Ativa Investimentos sobre Banco do Brasil

Segundo relatório divulgado pela Ativa Investimentos, o Banco do Brasil apresentou um bom resultado trimestral, acima das expectativas.

O bom desempenho se deu pelo crescimento nas receitas com serviços prestados e pela queda na PCLD Expandida, que mais do que compensaram um resultado mais fraco da margem financeira bruta.

Além disso, a linha “outros componentes do resultado” apresentou um resultado bem acima do esperado devido ao crescimento das receitas com atualização de depósitos em garantia e das receitas com operações com cartões.

De positivo, o banco também apresentou seu guidance para 2022, com sólidos números.

Análise da Inter Research sobre BB

De acordo com relatório da Inter Research, o resultado do Banco do Brasil veio acima das expectativas no quarto trimestre de 2021, com lucro líquido de R$ 5,9 bilhões, crescimento de 15,4% sobre o trimestre anterior.

“Boa performance da Previ e redução de despesas com provisões cíveis e trabalhistas ajudaram. No entanto, a margem financeira bruta caiu 5,4%, refletindo maiores despesas de captação comercial”, descreve o relatório da casa de análise do banco Inter.  

“O Banco do Brasil ainda tem boas perspectivas para 2022 e a recomendação é de compra do papel”, conclui o texto divulgado pela instituição financeira.

Fez “day-trade” com BBAS3? Há Imposto de Renda para pagar.

Se você está entre os investidores que fez “day-trade” (compra e venda de ações no mesmo dia) com BBAS3, fica a dica de que há Imposto de Renda (IR) sobre ganhos de capital para pagar até o dia 30 do mês seguinte da operação.

Para mais informações sobre como resolver o IR automaticamente, acesse o link abaixo:

Relatórios consultados: B3, CVM, Banco do Brasil, Levante Research, XP e Ativa Investimentos.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Facebook
Twitter
LinkedIn
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App