07-02-2022: Ibovespa fecha em baixa de 0,22%

Em 07-02-2022, o Ibovespa fechou em baixa de 0,22%, aos 111.996 pontos. No mês de fevereiro, o índice recua 0,15%, mas conserva valorização de 6,84% no acumulado do ano.

No encerramento em Nova York (EUA), o índice Dow Jones avançou apenas 1,39 ponto para 35.091,13 pontos, praticamente estável (+0,00%). O S&P 500 registrou baixa de 0,35%, aos 4.483 pontos. Já o Nasdaq Composite caiu 0,58%, aos 14.015 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Destaques do Ibovespa – BB Seguridade (BBSE3) e Hapvida (HAPV3)

A ação da BB Seguridade (BBSE3) fechou como a maior alta (+5,74%) do Ibovespa hoje.

No quarto trimestre de 2021, o lucro líquido da BB Seguridade atingiu R$ 1,2 bilhão, melhor resultado trimestral desde o IPO (oferta inicial de ações), representando um crescimento de 33,8% em relação ao mesmo período de 2020.

A BB Seguridade também estimou (guidance) crescimento de 10% a 15% em prêmios de seguros em 2022 e crescimento entre 9% e 13% das reservas de previdência (VGBL e PGBL) em 2022.

Já as ações de Hapvida (-4,67%) e Grupo NotreDame Intermédica (-4,67%) encerraram entre as maiores baixas do Ibovespa.

As companhias calcularam R$ 1,8 bilhão em potenciais sinergias derivadas da fusão.

Maiores altas

  • BB Seguridade (BBSE3): +5,74%, a R$ 24,14 por ação ON
  • JBS (JBSS3): +4,91%, a R$ 35,92 por ação ON
  • Yduqs (YDUQ3): +4,26%, a R$ 22,54 por ação ON
  • Usiminas (USIM5): +3,25%, a R$ 16,85 por ação PNA
  • CSN (CSNA3): +3,15%, a R$ 27,47 por ação ON

Maiores baixas

  • Grupo NotreDame Intermédica (GNDI3): -4,67%, a R$ 67,70 por ação ON
  • Hapvida (HAPV3): -4,67%, a R$ 11,85 por ação ON
  • Via (VIIA3): -3,79%, a R$ 4,06 por ação ON
  • Cosan (CSAN3): -3,30%, a R$ 22,54 por ação ON
  • Ultrapar (UGPA3): -3,24%, a R$ 14,05 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Gol Linhas Aéreas (GOLL4) e American Airlines (AALL34)

Gol assina acordo com a American Airlines, que investirá US$ 200 milhões na Gol.

Investimento definitivo da American Airlines representa 22,2 milhões de novas ações preferenciais (PN) da Gol e uma participação de 5,2% em direitos econômicos derivados das ações.

Fechamento da transação ainda dependerá da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Com a notícia, GOLL4 subiu 0,88%, a R$ 17,21 por ação PN.

A BDR de American Airlines (AALL34) negociada na Bolsa brasileira subiu 3,54%, a R$ 90,57 por BDR.

Em Nova York, a ação da American Airlines subiu 5,05% e figurou entre as maiores altas do S&P 500.

Vibra Energia (VBBR3)

Vibra Energia firma parceria com gestora Prisma Capital para constituição de fundo imobiliário com 238 imóveis próprios, postos da bandeira BR.  

A totalidade dos 238 postos da Vibra é avaliada em R$ 643,6 milhões.

O fundo imobiliário prevê a monetização da Vibra em três etapas até dezembro de 2023.

VBBR3 caiu 1,86%, a R$ 22,22 por ação ON.

Oncoclínicas (ONCO3)

Oncoclínicas informa aquisição de 100% da Cemise, clínica de Aracaju, Sergipe.

A Cemise é avaliada em aproximadamente R$ 150 milhões.

ONCO3 caiu 3,18%, a R$ 10,97 por ação ON.

Petrobras (PETR3/PETR4)

O petróleo Brent recuou 0,62%, para US$ 92,69 por barril na Europa, após atingir uma nova máxima desde outubro de 2014, a US$ 94, mais cedo.

A queda foi relacionada aos sinais de progresso nas negociações entre Estados Unidos e Irã.

Com a baixa do petróleo no exterior, PETR3 caiu 1,20%, a R$ 35,48 por ação ON. Já PETR4 recuou 1,47%, a R$ 32,15 por ação PN.

BDRs e ações EUA

Na avaliação do economista-chefe do Modalmais, Alvaro Bandeira, o dia foi de dólar operando em queda “seguindo alguma fraqueza internacional” e registrando queda de 1,26% e cotado a R$ 5,255 no mercado à vista da B3. 

“Em dia de agenda fraca aqui e no mundo, os mercados de risco por aqui se pautaram pelo comportamento de Nova York (EUA). Bolsa fraca por lá, fraca também por aqui. Dólar fraco no mercado internacional, fraco também aqui”, resumiu Bandeira, em relatório de fechamento de mercado.

Na avaliação de analistas consultados pela Agência Reuters, o sinal negativo em Nova York também teve contribuição da baixa das ações (-5,14%) da Meta Platforms, a controladora do Facebook e do Instagram.

Entre as baixas em Nova York também estavam: Microsoft (-1,63%), Dow Chemical (-1,14%), Salesforce.com (-1,03%), Walmart (-0,98%), Ford (-0,39%), AT&T (-0,62%) e PayPal (-3,70%), sendo essa última entre as maiores quedas do S&P 500.

Já entre as ações que registraram o sinal positivo estavam: Intel (+0,35%), AMD (+0,06%), Chevron (+1,97%), Boeing (+2,65%), American Express (+1,09%), Coca-Cola (+1,05%), Norwegian Cruises (+8,40%) e Royal Caribbean (+8,44%).

Apple (AAPL34)

Vendas da Apple crescem 34% na Índia no 4º trimestre de 2021 para 2,3 milhões de iPhones entregues.

Em dia de mercado negativo em Nova York, a ação da Apple caiu 0,42%.

Sony (SNEC34)

Sony perde US$ 25 bilhões de valor de mercado desde o início do ano por causa da crise de chips de consoles e do aumento da concorrência.

No Brasil, a BDR de Sony (SNEC34) subiu 0,11%, a R$ 580,58 por BDR.

Tesla (TSLA34)

Venda de veículos elétricos da Tesla no Japão alcança 5,2 mil unidades em 2021, alta de 169% na comparação com 2020.

No Brasil, a BDR de Tesla (TSLA34) caiu 3,37%, a R$ 149 por BDR.

Meta (FBOK34)

A Meta informou que pode retirar suas redes sociais Facebook e Instagram da Europa por causa da nova regulação da Comunidade Europeia sobre armazenamento de dados em servidores.

Com a notícia, a ação da Meta caiu 5,14% e figurou entre as maiores quedas do S&P 500 hoje.

Relatórios consultados: B3, CVM, BB Seguridade, Banco ABC Brasil, BTG Pactual, XP Investimentos e Modalmais.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital (mande sua opinião sobre o Blog do Grana e sugestões para melhorar sua experiência no site de notícias de mercado e de investimentos).

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Facebook
Twitter
LinkedIn
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App