Bolsa sobe 1,19% e fecha em 112.611 pontos

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Em 27-01-2022, o Ibovespa subiu 1,19%, aos 112.611 pontos. No mês de janeiro e no ano, o principal índice da Bolsa brasileira acumula valorização de 7,36%.

Em Nova York (EUA), o Dow Jones caiu 0,02% , aos 34.160 pontos. O S&P 500 registrou queda de 0,54%, aos 4.326 pontos. Já o Nasdaq Composite mostrou elevação de 1,40%, aos 13.352 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Destaques do Ibovespa – Magazine Luiza e Via

As ações do varejo lideraram entre os destaques de alta do Ibovespa. A Magazine Luiza avançou 6,96%, enquanto Via subiu 6,21% e Grupo Soma registrou elevação de 5,58%, num movimento de correção de parte de perdas recentes.

Entre as poucas baixas do Ibovespa, a ação da Braskem caiu 2,70%. O preço do papel da petroquímica é pressionado pela movimentação dos investidores em torno da oferta promovida pelos controladores Novonor (antiga Odebrecht) e da Petrobras, que estão vendendo mais de R$ 7 bilhões de ações no mercado.

Os papéis da área de saúde também estão pressionados por causa da alta dos casos de covid-19 com a variante ômicron nos últimos dias.

As ações de Hapvida (HAPV3) e Grupo NotreDame Intermédica (GNDI3) que haviam obtidos ganhos anteriores por causa do processo de fusão, agora mostram vendas para obtenção dos lucros recentes.

Com esse movimento de realização de lucros e o temor de maiores custos com a covid-19, HAPV3 registrou queda de 3,43%. Já GNDI3 caiu 4,70%. (Veja detalhes dos preços das ações no quadro Maiores Baixas do Ibovespa).

Maiores altas

  • Magazine Luiza (MGLU3): +6,96%, a R$ 7,22 por ação ON
  • Banco Inter (BIDI11): +6,28%, a R$ 25,72 por unit
  • Via (VIIA3): +6,21%, a R$ 4,62 por ação ON
  • BB Seguridade (BBSE3): +5,91%, a R$ 22,39 por ação ON
  • Grupo Soma (SOMA3): +5,58%, a R$ 14,37 por ação ON

Maiores baixas

  • Grupo NotreDame Intermédica (GNDI3): -4,70%, a R$ 68,40 por ação ON
  • Hapvida (HAPV3): -3,43%, a R$ 12,12 por ação ON
  • Natura (NTCO3): -3,24%, a R$ 22,99 por ação ON
  • Marfrig (MRFG3): -2,99%, a R$ 22,39 por ação ON
  • Braskem (BRKM5): -2,70%, a R$ 46,51 por ação PNA

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Petrobras (PETR3/PETR4)

O petróleo Brent que avançaça 0,8%, para US$ 90,7 por barril na Europa pela manhã, virou o sinal e fechou em queda de 0,12%, a US$ 89,85 depois de subir acima de US$ 90 por barril ontem, pela primeira vez em 7 anos.

“Os mercados permanecem preocupados com as tensões Rússia-Ucrânia”, explicou relatório do Banco ABC Brasil, sobre a alta do petróleo no período da manhã.

No período da tarde, o pedido da China para que os Estados Unidos tivessem calma com a Rússia aliviou um pouco as tensões, e o preço do petróleo recuou.

Com a influência desses fatores, PETR4 subiu 0,03%, a R$ 33,88 por ação PN. Já PETR3 avançou mais 0,38%, a R$ 36,99 por ação ON.

Americanas (AMER3)

A Americanas (AMER3) promoveu mudanças nas comissões do marketplace com o estabelecimento de um porcentual único para os produtos.  

A companhia eliminou a taxa fixa de R$ 5 para produtos com valor abaixo de R$ 40, com o objetivo de motivar mais vendas.  

A empresa também aumento o subsídio do frete para seus parceiros no marketplace.

Ao final dos negócios, AMER3 registrou queda de 1,96%, a R$ 33,47 por ação ON.

BTG Pactual (BPAC11)

BTG Pactual compra carteira de varejo da corretora Planner.

Com a ajuda da novidade, BPAC11 subiu 3,58%, a R$ 24,02 por unit.

Hypera (HYPE3)

A Hypera anunciou que fará oferta de R$ 500 milhões em debêntures, títulos de dívida corporativa emitidos no Brasil.

HYPE3 subiu 0,17%, a R$ 29,97 por ação ON.

Equatorial Energia (EQTL3)

A Equatorial Energia anunciou que fará oferta de 87,7 milhões de novas ações.

EQTL3 avançou 1,08%, a R$ 22,40 por ação ON.

CBA (CBAV3)

Preço do alumínio aumentou 10,6% nos últimos 30 dias na Europa, alta que pode beneficiar a  CBA (CBAV3) na exportação.

CBAV3 caiu 1,43%, a R$ 16,51 por ação ON.

Vale (VALE3)

Preço do minério de ferro sobe 0,81% no porto chinês de Qingdao, a US$ 139,62 por tonelada.

O aumento beneficiou as ações da mineradora Vale. VALE3 subiu 0,23%, a R$ 84,49 por ação ON.

BDRs e ações EUA

Na avaliação do economista-chefe do Banco Modalmais, Alvaro Bandeira, poderíamos caracterizar os mercados de hoje como de ajustes de expectativas, depois da fala inicialmente mansa do presidente do FED, Jerome Powell, e declarações finais bem mais duras que as esperadas.

“Isso mudou expectativas sobre elevação de juros em até cinco vezes em 2022 e voltou a mexer com o equilíbrio dos mercados. Como consequência, temos volatilidade no dólar, nos juros e nas Bolsas, mas o viés seguiu ainda positivo para as empresas, apesar da rotação de ativos”, afirmou Bandeira.

Logo cedo, dirigentes da Rússia disseram enxergar algum espaço para diálogo com os EUA sobre a Ucrânia, mas sem muito otimismo, reduzindo um pouco as tensões, com a China pedindo calma aos Estados Unidos.

“Os resultados de empresas no quarto trimestre também mexeram pontualmente na precificação dos ativos, reduzindo perdas nos índices americanos no início do dia”, concluiu Bandeira, em seu relatório de fechamento de mercado.

Por causa da tensão na Ucrânia, entre as altas estavam ações da Chevron (+2,02%) e Dow Chemical (+5,17%).

Da colheita de balanços, os impactos mais destacados foram os da Tesla (-11,55%) e da Intel (-7,04%), que figuram entre as maiores baixas do S&P 500 na companhia da AMD (-7,33%).

Ainda entre as baixas em Nova York estavam: American Express (-1,95%), JP Morgan (-1,76%), Boeing (-2,33%), Cisco (-1,28%), Ford (-1,81%) e AT&T (-0,54%).

Do lado positivo em Nova York estavam: Microsoft (+1,05%), Verizon (+0,33%), Walt Disney (+1,36%), Johnson & Johnson (+1,31%) e Netflix (+7,51%), essa última entre as maiores altas do S&P 500 após perdas expressivas recentemente.

Tesla (TSLA34)

O lucro da Tesla (BDR TSLA34) alcançou US$ 2,54 por ação, acima dos US$ 2,37 do lucro por ação projetado por analistas.

A receita da Tesla atingiu US$ 17,7 bilhões no quarto trimestre de 2021, aumento de 65% na comparação com igual período de 2020.

A Tesla entregou 936 mil veículos em 2021, aumento de 87% na comparação com 2020.

Com a divulgação do balanço, a ação da Tesla desabou 11,55%, em meio às preocupações com os problemas logísticos da empresa, de escassez de componentes e falta de mão-de-obra.

Apple (AAPL34)

Vendas da Apple na China aumentaram 32% em 2021, de acordo com pesquisa da Counterpoint Research.

Já as vendas de smartphones da Huawei na China diminuíram 2% em 2021, segundo o levantamento da Counterpoint.

Antes da divulgação do balanço do quarto trimestre de 2021 após o fechamento do mercado, a ação da Apple (AAPL em Nova York) fechou em baixa de 0,29%.

Na avaliação da Avenue Intelligence, a empresa bateu as estimativas com a receita saltando 11%, apesar das preocupações com a cadeia de suprimentos.

As receitas alcançaram US$ 123,9 bilhões versus os US$ 118,66 bilhões esperados pelos analistas.

O lucro da Apple ficou em US$ 2,10 por ação versus US$ 1,89 de lucro por ação (LPA) estimados pelo mercado.

O CEO da Apple, Tim Cook, disse que os problemas de fornecimento da empresa estão melhorando. O trimestre de dezembro foi pior que o trimestre de setembro da Apple, mas que ele está projetando que o trimestre de março melhore. “Nosso maior problema é o fornecimento de chips”, disse Tim Cook.

Relatórios consultados: B3, CVM, Banco ABC Brasil, BTG Pactual, XP, Modalmais, Avenue Intelligence e Levante Research.

Edição: Ernani Fagundes, jornalista responsável pelo conteúdo do Blog do Grana.

E-mail: ernani.fagundes@grana.capital

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App