Discurso do Banco Central dos EUA derruba mercados em Nova York e o Ibovespa

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

O tom mais duro da ata do Banco Central dos EUA da reunião do Comitê de Mercado Aberto (FOMC) derrubou os principais índices nos Estados Unidos e também o Ibovespa, principal índice de Bolsa brasileira.

O Ibovespa desabou 2,42%, aos 101.005 pontos. No mês de janeiro e no ano de 2022 já acumula perdas de 3,67% em apenas três pregões. O dólar subiu 0,39% e fechou em R$ 5,71 no mercado à vista.

Em Nova York, o Dow Jones caiu 1,07%, a 36.407 pontos. O S&P 500 apresentou queda de 1,94%, aos 4.700 pontos. Já o Nasdaq Composite teve forte baixa de 3,34%, a 15.100 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Destaque global: Ata do Federal Reserve, o Banco Central dos EUA

A ata do Comitê de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (FED, o BC dos EUA) foi um “balde de água gelada” nos mercados globais e, por consequência, na Bolsa brasileira.

Na avaliação de Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos, o tom veio mais duro na ata. “Vários participantes já consideram que o pleno emprego foi atingido”, argumenta Sanchez.

Na observação do economista-chefe, vários membros do Fed, vários apontam para uma retirada dos estímulos (tapering) mais rápida, com elevação de juros rápida e redução do balanço do BC norte-americano.

Com isso, a já curta perspectiva sobre o aperto monetário fica ainda mais intenso.

“Caso o Payroll (relatório do mercado de trabalho) confirme tal perspectiva, fica cada vez mais provável a chance de encerrar o tapering (os estímulos) com a elevação imediata da Fed Funds Rate (os juros dos fundos do BC do EUA)”, diz Sanchez

“Se fosse o caso de a primeira elevação de juros ser em março, a autoridade não precisaria cumprir o cronograma do tapering (retirada dos estímulos monetários). Diga-se de passagem, as elevações da Fed Funds Rate poderiam ser até superiores a 0,25% não podem ser descartadas, dado o tom de urgência adotado”, alerta o economista.

Destaques na Bolsa: BRF, Vale, Bradespar e Banco Pan

Apenas quatro ações da carteira do Ibovespa conseguiram permanecer no azul após a divulgação da ata do Federal Reserve (FED, o BC dos EUA).

A BRF subiu 1,25%, maior alta do Ibovespa. Além de bem posicionada no mercado doméstico, a BRF é exportadora, e por isso, avança junto com o aumento do dólar.

Com perfil semelhante, a Vale (+0,95%) e a sua acionista Bradespar (+0,24%) também surfaram no aumento do dólar e na alta de 1,44% do preço do minério de ferro no porto chinês de Qingdao, para US$ 124,89 por tonelada.

Maiores altas

  • BRF (BRFS3): +1,25%, a R$ 22,70 por ação ON
  • Vale (VALE3): +0,95%, a R$ 77,81 por ação ON
  • Banco Pan (BPAN4): +0,32%, a R$ 9,46 por ação PN
  • Bradespar PN (BRAP4): +0,24%, a R$ 24,94 por ação PN

Maiores baixas

  • Locaweb (LWSA3): -12,78%, a R$ 10,37 por ação ON
  • PetroRio (PRIO3): -10,76%, a R$ 18,49 por ação ON
  • Grupo Soma (SOMA3): -9,54%, a R$ 10,43 por ação ON
  • Méliuz (CASH3): -9,00%, a R$ 2,63 por ação ON
  • Positivo (POSI3): -8,69%, a R$ 9,04 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

BR Partners (BRBI11)

BR Partners faz pedido de oferta de units (follow-on) de R$ 5 milhões.

BRBI11 caiu 2,99%, a R$ 13,30 por unit.

Méliuz (CASH3)

Méliuz faz parceria com a MasterCard para oferecer cartão de crédito.

CASH teve queda de 9%, a R$ 2,63 por ação, entre as maiores baixas do Ibovespa.

Direcional (DIRR3) e Cyrela (CYRE3)

Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprova parceria entre Direcional e Cyrela para 8 projetos.

DIRR3 caiu 6,74%, a R$ 10,93 por ação ON. Já CYRE3 teve baixa de 2,59%, a R$ 13,89 por ação ON.

Porto Seguro (PSSA3)

Porto Seguro assinou acordo de compra de 10% da Plugify Tecnologia por meio do Fundo de Investimento em Participações (FIP) Porto Ventures.

Mesmo com o anúncio, em dia de mercados no negativo, PPSA3 teve queda de 2,82%, a R$ 19,29 por ação ON.

Braskem (BRKM5)

A oferta de ações de R$ 9 bilhões da Braskem deve sair neste mês, de acordo com reportagem da  Exame.

BRKM5 recuou 4,80%, a R$ 53,77 por ação PNA.

BDRs e ações EUA

Na avaliação do economista-chefe do Modalmais, Alvaro Bandeira, sobre a ata do FED divulgada, a reação dos mercados foi de desaceleração nas Bolsas abertas e alta do dólar no mercado local.

Dirigentes declararam que o Federal Reserve (o BC dos EUA) pode ter que elevar juros mais cedo e mais rápido que o previsto, além de reduzir o tamanho do balanço de ativos em seguida.

“O fim mais rápido da compra líquida de ativos daria maior margem de manobra ao FED”, diz Bandeira.

Segundo a ata, com o coronavírus virando endêmico, o crescimento potencial cai, mas a situação até aqui está confortável e o quarto trimestre de 2021 deve ser positivo.

“Melhora nos gargalos de insumos suportará ganhos da atividade, emprego e inflação desacelerando. Mas o staff técnico (do Fed) identifica inflação mais disseminada”, alerta Bandeira, em seu relatório de fechamento de mercado.  

Nike (NIKE34) e Walmart (WALM34)

Com o sinal negativo espalhado pelas três Bolsas de Nova York, a Nike recuou 2,49%, enquanto a sólida e resistente Walmart avançou 1,35%.

Pfizer (PFIZ34) e Moderna (M1RN34)

As fabricantes de vacinas ficaram em lados opostos hoje. A Pfizer subiu 2,02%, entre as maiores altas nos Estados Unidos, enquanto a Moderna caiu 7,65%, entre as maiores baixas em Nova York.

Big Techs Apple (AAPL34) e Microsoft (MSFT34)

As big techs também tiveram sinais trocados hoje: Apple (-2,66%) e Microsoft (-3,84%).

Intel (ITLC34) e Verizon (VERZ34)

A Intel (+1,37%) e a Verizon (+1,03%) seguraram o sinal positivo em dia de muitas baixas nas Bolsas norte-americanas.

Cisco (CSCO34) e Salesforce.com (SSFO34)

As outras empresas de tecnologia acompanharam o sinal negativo da maioria do mercado: Cisco (-1,58%) e Salesforce.com (-8,28%), essa última entre as maiores baixas em Nova York.

Goldman Sachs (GSGI34)

Depois de duas altas nos dias anteriores, Goldman Sachs entrou no movimento de realização de lucros recentes e recuou 2,17%.

Ford Motor (FDMO34)

Em movimento de realização de lucros recentes, após duas altas nos dias anteriores, o papel da Ford caiu 2,67%.

Relatórios consultados: B3, CVM, Banco ABC Brasil e BTG Pactual.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App