Ibovespa em 29-12-2021: Bolsa cai 0,72% e fecha em 104.107 pontos

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

O Ibovespa em 29-12-2021 recuou 0,72% e encerrou em 104.107 pontos. No mês de dezembro, o índice sobe 2,17%, mas amarga perdas de 12,61% no acumulado de 2021.

Em Nova York, o Dow Jones subiu 0,25%, aos 36.488 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,14%, a 4.793 pontos. Já o Nasdaq Composite registrou queda de 0,10%, aos 15.766 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos na Bolsa (B3).

Confira na sequência do texto:

Destaques na Bolsa: BR Malls e Aliansce Sonae

A ação da BR Malls que figurou como a maior alta do Ibovespa apenas no período da manhã, teve movimentação para realização de lucros no período da tarde e fechou em alta de 0,49%, a R$ 8,16 por ação ON.

A Aliansce Sonae estaria avaliando uma possível fusão com a BR Malls e contratou o BTG para avaliar a viabilidade e estrutura. Com a notícia, ao final dos negócios, Aliansce Sonae exibiu alta 2,26%, a R$ 21,68 por ação ON.

Com a fusão, a nova companhia se tornaria a maior administradora de shopping centers do país, com mais de 50 shoppings e um valor de mercado, com base no fechamento de aproximadamente R$ 12,7 bilhões.

“Em nossa opinião, a BR Malls seria a maior beneficiada em uma eventual fusão, pois a companhia está com uma relação de dívida liquida/PL de 22% enquanto Aliansce Sonae tem uma relação de 12%, sendo significativamente menos alavancada e com uma operação que ainda pode capturar sinergias da recente fusão entre Aliansce e Sonae”, avaliou Rodrigo Crespi, analista da Guide Investimentos, em relatório de mercado.

“Esperamos uma reação positiva do mercado, que mesmo que sejam conversas preliminares, do ponto de vista de valuation, ambas estão significativamente descontadas e acreditamos que a fusão possa gerar valor, com sinergias de custos e receitas e um maior capital de investimento para as frentes digitais”, completou Crespi.

Do lado negativo, o alerta da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre um “tsunami de casos” da variante ômicron da covid-19 afetou os papéis das empresas aéreas e de turismo no Brasil: Azul (-7,34%), Gol (-6,72%) e Gol Linhas Aéreas (-6,72%), as 3 maiores baixas do Ibovespa.

Maiores altas

  • Via (VIIA3): +1,41%, a R$ 5,02 por ação ON
  • Tim (TIMS3): +1,02%, a R$ 12,89 por ação ON
  • Minerva (BEEF3): +0,66%, a R$ 10,62 por ação ON
  • Marfrig (MRFG3): +0,61%, a R$ 22,92 por ação ON
  • Telefônica Vivo (VIVT3): +0,60%, a R$ 48,27 por ação ON

Maiores baixas

  • Azul (AZUL4): -7,34%, a R$ 23,86 por ação PN
  • CVC Brasil (CVCB3): -7,33%, a R$ 13,14 por ação ON
  • Gol Linhas Aéreas (GOLL4): -6,72%, a R$ 16,66 por ação PN
  • Banco Inter (BIDI11): -4,90%, a R$ 27,58 por unit
  • Qualicorp (QUAL3): -4,76%, a R$ 16,02 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Dasa (DASA3)

Dasa anuncia compra da Sall Participação e a participação societária no Centro de Diagnóstico Boris Berenstein para ampliar atuação em Pernambuco.

A empresa presta serviços médicos na especialidade de radiologia, tomografia computadorizada e métodos de diagnóstico por imagem e atividades complementares, ao passo que a Sall é uma holding que detém participação majoritária no capital do CDBB.

O valor da transação não foi informado.

O CDBB possui seis unidades no Recife e região metropolitana. Com essa aquisição, a Dasa conta no estado de Pernambuco com mais de 80 unidades, o que inclui também as marcas Gilson Cidsom e Cerpe.

DASA3 fechou em queda de 2,74%, a R$ 32,00 por ação ON.

MRV Engenharia (MRVE3)

A MRV vendeu um de seus empreendimentos localizados na Florida pelo valor de US$ 54 milhões, com lucro bruto de US$ 27,4 milhões, margem de 51%.

O projeto Lake Worth contou com uma margem bruta superior a dos dois projetos recém vendidos, o Pine Groves e Princeton Groves.

Com isso, a AHS vendeu 3 dos 4 projetos que tinha à venda, totalizando uma receita de US$ 149 milhões, com margem bruta de 42%, o que deve contribuir positivamente para o resultado do quarto trimestre de 2021.

Ainda restou um único projeto à venda por parte da AHS, que possui um VGV de US$ 50 milhões, venda que provavelmente seja concretizada ao longo de 2022.

MRVE3 fechou em queda de 0,42%, a R$ 11,74 por ação ON.

3R Petroleum (RRRP3) e Positivo (POSI3)

3R Petroleum entra na terceira prévia da carteira teórica do Ibovespa para janeiro de 2022.

Com a entrada no Ibovespa, RRRP3 subiu 4,40%, a R$ 33,48 por ação ON.

No mesmo caso, a Positivo também subiu.

POSI3 disparou 5,89%, a R$ 11,15 por ação ON ao entrar para a carteira teórica do Ibovespa.

Petrobras (PETR4/PETR3)

Petrobras conclui venda de campos terrestres no Espírito Santo.

PETR3 fechou em queda de 0,35%, a R$ 30,95 por ação ON. Já PETR4 teve baixa de 0,83%, a R$ 28,54 por ação PN.

BDRs e ações EUA

De acordo com relatório da Modalmais, no exterior, o peso maior ficou por conta de realizações em ações de tecnologia, mas o maior medo foi mesmo a variante Ômicron grassando em países da Europa e nos EUA. França e Portugal, por exemplo, acusaram recordes de infecção em 24 horas.

Sobre isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que Ômicron e Delta juntas podem gerar um “tsunami de contaminação”, e foi além ao dizer que novas variantes podem aparecer e com maior resistência às vacinas.

American Airlines (AALL34), Boeing (BOEI35) e United Airlines (U1AL34)

Com o alerta da OMS, os papéis do setor aéreo norte-americano apareceram entre as baixas em Nova York: American Airlines (-2,59%), United Airlines (-1,86%) e Boeing (-1,20%).

Moderna (M1RN34), P&G (PGCO34) e Nike (NIKE34)

Do lado positivo, o papel da farmacêutica Moderna avançou 2,67%, entre as maiores altas em Nova York. A Procter & Gamble avançou 0,83% e a Nike subiu 1,42%.

Big Techs Apple (AAPL34) e Microsoft (MSFT34)

Após as baixas de ontem, as big techs recuperaram o sinal positivo hoje: Apple (+0,05%) e Microsoft (+0,21%).

Intel (ITLC34), AMD (A1MD34) e Cisco (CSCO34)

As outras empresas de tecnologia apresentaram sinal positivo também : Intel (+0,12%) e Cisco (+0,68%). Na contramão, a AMD caiu 3,19%, entre as maiores baixas de Nova York.

Salesforce.com (SSFO34), Nvidia (NVDC34) e Verizon (VERZ34)

Ainda entre as tecnológicas, a Salesforce.com recuou 0,36% e a Nvidia caiu 1,06%. A Verizon registrou baixa de 0,68%.

Chevron (CHVX34), AT&T (ATTB34) e Goldman Sachs (GSGI34)

O sinal também ficou negativo em empresas mais tradicionais: Chevron (-0,51%), AT&T (-0,73%) e Goldman Sachs (-0,36%).

Ford Motor (FDMO34)

No setor automotivo, a Ford (-0,96%) emendou a baixa pelo segundo pregão consecutivo.

(*) Relatórios de mercado: B3, CVM, Modalmais e Guide Investimentos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App