Ibovespa em 15/12/2021: Bolsa sobe 0,63% e fecha em 107.431 pontos

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

O Ibovespa em 15/12/2021 subiu 0,63% e encerrou em 107.431 pontos. No mês, o índice acumula alta de 5,43%. No ano, o indicador registra baixa de 9,76%.

Em Nova York, o Dow Jones subiu 1,08% , aos 35.927 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 1,63%, aos 4.709 pontos. Já o Nasdaq Composite teve alta de 2,15%, aos 15.565 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos.

Confira na sequência do texto:

Destaques na Bolsa: Minerva e Syn

Os frigoríficos brasileiros mostram mais um dia de valorização na Bolsa: JBS (+2,44%) e Minerva (+11,19%), sendo essa última a maior alta do Ibovespa.

A notícia que impulsionou os papéis foi a liberação das exportações de carne brasileira pela China. As exportações estavam embargadas desde 4 de setembro último.

Já a Marfrig – que passou por forte valorização ontem (+6,80%) – teve um movimento de vendas para realização de lucros e fechou em queda de 1,32% (ver detalhes do preço no quadro Maiores baixas do Ibovespa).

Fora do Ibovespa, a Syn (SYNE3) disparou 11,16% para o valor de R$ 15,94 por ação. A Syn (ex-CCP) anunciou que pagará R$ 1,25 bilhão em dividendos, o equivalente a R$ 8,1889 por ação.

Maiores altas do Ibovespa

  • Minerva (BEEF3): +11,19%, a R$ 9,84 por ação ON
  • Magazine Luiza (MGLU3): +7,49%, a R$ 6,17 por ação ON
  • Americanas (AMER3): +7,46%, a R$ 28,66 por ação ON
  • Lojas Americanas (LAME4): +7,41%, a R$ 5,36 por ação PN
  • Braskem (BRKM5): +6,19%, a R$ 55,78 por ação PNA

Maiores baixas do Ibovespa

  • Iguatemi (IGTI11): -2,77%, a R$ 192,00 por unit
  • Dexco (DXCO3): – 2,32%, a R$ 16,30 por ação ON
  • Ecorodovias (ECOR3): -2,10%, a R$ 7,93 por ação ON
  • Banco do Brasil (BBAS3): -1,72%, a R$ 31,51 por ação ON
  • Marfrig (MRFG3): -1,32%, a R$ 23,26 por ação ON

Outros ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.

Rede D’Or (RDOR3)

A Rede D’Or pagará R$ 186 milhões em juros sobre capital próprio (JCP), o equivalente a R$ 0,0943 por ação.

No fechamento do mercado, RDOR3 fechou em baixa de 0,87%, a R$ 46,92 por ação.

Localiza (RENT3)

A Localiza pagará R$ 97,15 milhões em JCP, R$ 0,1291 por ação.

Ao final do pregão na Bolsa, RENT3 avançou 3,13%, a R$ 59,29 por ação.

Weg (WEGE3)

A Weg pagará R$ 134,27 milhões em JCP, R$ 0,032 por ação.

No encerramento dos negócios, WEGE3 mostrou alta de 0,91%, a R$ 35,61 por ação.

Vibra (VBBR3)

A Vibra Energia (ex-BR Distribuidora) pagará R$ 148,5 milhões em JCP, R$ 0,13148 por ação.

No fechamento do mercado, VBBR3 registrou elevação de 0,45%, a R$ 22,50 por ação.

Eneva (ENEV3)

Eneva anunciou a combinação de negócios com a Focus Energia no valor de R$ 960 milhões.

A operação da Eneva com a Focus Energia será detalhada em 16/12 em teleconferência.

Com o anúncio, a ação ENEV3 subiu 1,67%, a R$ 14,65 no encerramento da Bolsa.

Cenário no exterior

No mercado externo, o sinal ficou positivo após a reunião do Federal Reserve (FED, o Banco Central dos Estados Unidos) que determinou uma maior retirada dos estímulos da economia norte-americana.

De acordo com a avaliação do economista-chefe da Modalmais, Alvaro Bandeira, a decisão do FED altera o comportamento dos diferentes segmentos do mercado e o equilíbrio cambial.

Por exemplo, o dólar subiu 0,25% hoje, pelo quinto pregão seguido, e ultrapassou a barreira de R$ 5,70 na Bolsa, fechando cotado a R$ 5,708 no mercado à vista da B3.

“Na verdade, a possível antecipação do tapering (redução da compra de títulos no mercado), de certa forma, piora a situação para os países emergentes e, principalmente, os mais endividados”, afirma Bandeira.

A decisão do FED foi por manter os juros entre zero e 0,25%, o excesso de reservas em 0,15% e taxa de desconto de 0,25%.

Mas, como esperado, dobrou o tapering, deixando de comprar US$ 30 bilhões e podendo ajustar mais, se necessário.

A maioria dos dirigentes vê juros de longo prazo em 2,5%. Subiu a expectativa de inflação para 5,3% (de 4,2%) em 2021 e longo prazo em 2%.

“Atividade e emprego melhorando muito. Taxa mantida até que atinjam pleno emprego. Jerome Powell disse que tapering mais rápido permite ajustar cenários possíveis e faz progresso para emprego máximo”, comentou Bandeira.

BDRs e ações nos EUA

Com a expectativa de pleno emprego no radar do FED e de que os juros não devem subir antes do encerramento do “tapering” (retirada dos estímulos monetários) em março, a maioria das ações nos Estados Unidos avançaram para o sinal positivo.

Coca-Cola (COCA34) e Macy’s (MACY34)

Do lado positivo, a ação da Coca-Cola subiu 0,45%, mas a Macys que havia avançando 3,95% ontem, passou por um processo de realização de vendas para realização de lucros e fechou em baixa de 2,99% hoje, entre as maiores baixas em Nova York (EUA).

Nvidia (NVDC34) e AMD (A1MD34)

Entre as maiores altas por lá, a ação da Nvidia subiu 7,49%, enquanto a da AMD disparou 8,04%.

Big Techs Apple (AAPL34) e Microsoft (MSFT34)

Ainda no azul, as Big Techs recuperaram boa parte das perdas do dia anterior: Apple (+2,85%) e Microsoft (+1,92%).

Intel (ITLC34) e Cisco (CSCO34)

Outras empresas de tecnologia acompanharam as Big Techs no sinal positivo: Intel (+1,95%) e Cisco (+3,74%).

Nike, JP Morgan, Chevron, IBM e American Express

Por outro ângulo, diferentes empresas apareceram na ponta negativa em Nova York: Nike (-0,91%), JP Morgan (-0,75%), Chevron (-0,57%), IBM (-0,53%) e American Express (-0,37%).

Todas eles possuem recibos de ações (BDRs) listados no Brasil com os respectivos códigos: Nike (NIKE34), JP Morgan (JPMC34), Chevron (CHVX34), IBM (IBMB34) e American Express (AXPB34).

Pfizer (PFIZ34)

Ainda entre as maiores altas por lá, a ação da farmacêutica Pfizer subiu mais 5,87% hoje. O papel avança com notícias sobre a eficácia da vacina para combater a variante ômicron da covid-19.

Relatórios de mercado consultados: B3, CVM, Banco BTG Pactual, Modalmais e Terra Investimentos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App