Ibovespa em 09/12/2021: Bolsa fecha em baixa de 1,67%, aos 106.291 pontos

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Ibovespa em 09/12/2021 – O principal índice de ações da Bolsa brasileira (B3) fechou em baixa de 1,67%, aos 106.291 pontos.

Em Nova York (EUA), o Dow Jones encerrou estável (0,0%), aos 35.764 pontos, enquanto o índice S&P 500 recuou 0,72%, aos 4.667 pontos. Já o Nasdaq Composite teve queda de 1,71%, aos 15.517 pontos.

Aqui no Blog do Grana, você acompanha os principais assuntos que movimentam seus investimentos.

Confira na sequência do texto:

Destaque do dia: IPO do Nubank (NUBR33)

A oferta pública inicial de ações (IPO) do Nubank (NUBR33) ficou entre os destaques do mercado hoje.

A instituição chegou na Bolsa de Nova York (Nyse) como a instituição financeira mais valiosa da América Latina avaliada em US$ 41,4 bilhões, superando o valor de mercado do Itaú Unibanco.

A oferta em Nova York foi precificada em US$ 9 por ação, enquanto o BDR (recibo da ação negociado no Brasil) foi definido em R$ 8,36 por recibo de código NUBR33 na B3.

O IPO do Nubank teve a participação de 7,5 milhões de clientes do banco que se tornaram sócios da instituição.

Com isso, a adesão foi recorde em número de investidores pessoas físicas oferta pública de ações de uma empresa brasileira.

Ao final do pregão, o BDR NUBR33 fechou cotado em R$ 10,04 na B3, alta de 20,1% em relação ao preço de R$ 8,36 no IPO.

Destaques do Ibovespa em 09/12/2021 – Magazine Luiza, Americanas e Via

As ações das grandes empresas de varejo foram as mais impactadas com a percepção de que o Banco Central deverá continuar a subir os juros básicos da economia (taxa Selic) no próximo ano.

De acordo com Rafael Ribeiro, analista de investimentos da Clear Corretora, o Banco Central adotou um discurso mais duro (hawkish) no comunicado.

O Comitê de Política Monetária (Copom) comunicou que “é oportuno avançar de forma significativa (palavra que foi adicionada em relação ao último documento) o processo de aperto monetário no território restritivo”.

“Diante desta sinalização, o juro futuro para 2023 acabou derrubando as empresas do setor doméstico”, observou Ribeiro, em seu relatório de fechamento de mercado.

Além disso, completa o analista, pesa também os últimos números da economia, apontando uma desaceleração acima do esperado e prometendo fracos resultados para os próximos trimestres.

“Em suma, temos uma expectativa de Selic alta e fraco crescimento ao longo do ano que vem, combo que prejudica o potencial de valorização das empresas domésticas, fato que explica, por exemplo, mais um pregão de forte queda do setor de varejo”, explicou o analista sobre as fortes quedas de Magazine Luiza, Lojas Americanas e Via. (Ver detalhes dos preços das ações no quadro Maiores Quedas).

Na avaliação do economista-chefe da Integral Group, Daniel Miraglia, o mercado reagiu negativamente ao comunicado mais duro do Banco Central.

“O BC agiu corretamente e tenta trazer as expectativas de inflação para a meta em 2022 e 2023. A inflação está muito alta e temos também uma inflação inercial muito elevada para o início de 2022”, afirmou Miraglia, ao Blog do Grana.

Ibovespa em 09/12/2021 – Maiores altas

  • Gol (GOLL4): +3,59%, a R$ 19,35 por ação PN
  • CSN (CSNA3): +1,49%, a R$ 24,46 por ação ON
  • Weg (WEGE3): +1,28%, a R$ 36,50 por ação ON
  • Equatorial (EQTL3): +1,27%, a R$ 23,90 por ação ON
  • Hypera (HYPE3): +0,41%, a R$ 29,09 por ação ON

Ibovespa em 09/12/2021 – Maiores baixas

  • Lojas Americanas (LAME4): -9,24%, a R$ 5,11 por ação PN
  • Americanas (AMER3): -8,56%, a R$ 27,97 por ação ON
  • Magazine Luiza (MGLU3): -7,78%, a R$ 6,28 por ação ON
  • Banco Inter (BIDI11): -7,77%, a R$ 35,26 por unit
  • Via (VIIA3): -7,11%, a R$ 5,36 por ação ON

Ativos em destaque

As notas e fatos relevantes informados abaixo podem ter influenciado a movimentação das ações das companhias citadas no pregão de hoje, de acordo com relatórios* de mercado.


Itaúsa (ITSA4)

A Itaúsa aprovou a incorporação de parcela cindida do patrimônio líquido da Itaú Unibanco Participações correspondente a 39.386.461 de ações Classe A de emissão da XP Inc.

Ao final do pregão, ITSA4 registrou queda de 2,32%, a R$ 9,68 por ação PN.


AES Brasil (AESB3)

A AES Brasil comunicou a suspensão temporária da incorporação das sociedades AES Tucano Holding I, AES Tucano Holding II e Tucano F5 Geração de Energias. A companhia, contudo, informou que avalia estruturas alternativas.

AESB3 teve baixa de 0,68%, a R$ 11,70 por ação ON.


Equatorial (EQTL3)

A Equatorial concluiu a aquisição da participação acionária restante na Solenergias e a única quota de emissão da Helios por meio da subsidiária Equatorial Serviços.

Pela operação, foram pagos R$ 47,27 mi à Quasar Consultoria. Equatorial pagará R$ 707 milhões em dividendos, o equivalente a R$ 0,72 por ação.

No encerramento dos negócios, EQTL3 registrou queda de 1,27%, a R$ 23,90 por ação ON.


Copel (CPLE6)

A Copel aprovou R$ 2,067 bilhões para o programa de investimentos previsto para 2022.

A empresa também aprovou a distribuição de JCP de R$ 0,0974 por ação ON e R$ 0,1072 por ação PNA e PNB.

CPLE3 caiu 0,62% no dia e fechou em R$ 27,20 por ação ON.


Engie Brasil (EGIE3)

O BNDES aprovou financiamento de R$ 1,47 bilhão para conjunto eólico Santo Agostinho, no Rio Grande do Norte.

EGIE3 recuou 0,69% e encerrou a R$ 38,99 por ação ON.

Vibra (VBBR3)

A Vibra Energia pagará R$ 143,1 milhões em juros sobre capital próprio (JCP), o equivalente a R$ 0,1266 por ação.

VBBR3 terminou o dia em baixa de 2,88%, a R$ 22,29 por ação ON.

BDRs e ações EUA

O temor com a inflação nos EUA também esteve no radar dos investidores norte-americanos nesta quinta-feira, com o mercado na expectativa de novas declarações do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA).

Em discurso positivo, de acordo com relatório do Modalmais, o presidente norte-americano Joe Biden falou sobre a recuperação forte do emprego “nunca vista”, já que os pedidos de auxílio desemprego da semana anterior encolheram 43 mil posições, para 184 mil, quando o previsto era de 211 mil posições.

Walmart (WALM34), Walgreens (WGBA34) e Mc Donald’s (MCDC34)

Com a recuperação do emprego, entre os poucos papéis de destaque na ponta positiva dos índices em Nova York estavam empresas consideradas sólidas e tradicionais como Walmart (+1,35%), Walgreens (+1,38%) e Mc Donald’s (+1,07%).

AMD (A1MD34) e Intel (ITLC34)

Na ponta negativa do mercado norte-americano, as ações de AMD (-4,20%) e Intel (-2,45%) registraram queda.

Big Techs Apple (AAPL34) e Microsoft (MSFT34)

Depois de três pregões no positivo, as Big Techs mudaram de sinal: Apple (-0,30%) e Microsoft (-0,56%).

Cisco (CSCO34), Verizon (VERZ34), Nvidia (NVDC34) e Salesforce (SSFO34)

Outras empresas de tecnologia também ficaram no negativo: Verizon (-0,67%), Salesforce.com (-0,70%) e Nvidia (-4,20%). A exceção foi a Cisco, com alta de 0,93%.

Ford (FDMO34) e Tesla (TSLA34)

A inovadora Tesla figurou entre as maiores baixas do S&P 500 com queda de 6,10%. Mas a tradicional Ford Motor também teve baixa de 1,19%.

(*) Relatórios consultados: B3, CVM, BTG Pactual, Modalmais e Terra Investimentos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App