Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Na semana passada falei sobre o crescimento de Petrorio. Esse crescimento vem de forma inorgânica com aquisições de novos poços e por melhora de execução refletida principalmente na diminuição do lifting cost. Fatores externos como alta do petróleo e preço do dólar criam volatilidade no curto, mas não preocupam pois a empresa já comprovou que seu plano está indo bem.

Seguindo com a temporada de resultados, outra importante posição na minha carteira divulgou seus números. Unidas ocupa hoje cerca de 11% da minha carteira tendo bastante relevância.

Assim como PRIO3, LCAM3 tem características interessantes do ponto de vista de negócio pois consegue crescer mesmo nas adversidades macroeconômicas por uma característica do seu mercado. Locação de veículos é um mercado em crescimento e muito pulverizado. Por menor custo e mais facilidade de crédito, e poder de negociação na aquisição de novos veículos por causa da grande quantidade, existe uma tendência de concentração que faz com que as 3 grandes locadoras (Localiza, Unidas e Movida) tenham enorme vantagem sobre as pequenas. É um mercado onde tamanho é documento e barreira de entrada. O número de veículos e os indicadores financeiros mostram o forte crescimento da empresa.

Por causa da diminuição da venda de seminovos pelo contexto de falta de veículos que todos conhecemos, a receita da empresa foi menor do que o 3T20. Mas o mais importante é o crescimento das receitas dos segmentos de locação.

Apesar da menor receita no seminovos, o salto na margem EBITDA desse segmento ajudou a impulsionar o valor recorde da empresa.

As locadoras são empresas que dependem muito de capital e por isso a alta recente dos juros é uma preocupação que sempre aparece. Porém, pelos resultados apresentados nesse trimestre, podemos ver pelo aumento de 29% na tarifa média de aluguel que Unidas está conseguindo repassar seus custos financeiros e de manutenção. Esse estão um pouco maiores já que os veículos estão mais velhos por causa da estratégia de vender menos carros.

Sigo confiante na empresa pois tem possibilidade de crescimento em diversos cenários. O mercado de locação ainda tem muito para crescer e amadurecer no Brasil.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App