Por que minha carteira ficou estável enquanto o Ibovespa caiu 6,05% [Sílvio Crespo]

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Olá, pessoal!

As últimas semanas foram bem negativas para a maioria dos negócios na Bolsa. Olhando para o gráfico abaixo, a gente vê que a maior parte dos usuários do Grana teve uma rentabilidade em torno de -4% nos últimos 30 dias.

No mesmo período, o Ibovespa caiu 6,05%.

Por que, então, a minha carteira recuou somente 0,68%? É o que eu pretendo explicar neste texto.

Dois foram os motivos que impediram minha carteira de recuar tanto quando o Ibovespa:

  1. Desde meados do ano, o tipo de ativo que predomina na minha carteira é o FII (fundo de investimento imobiliário), que tem uma volatilidade bem menor do que as ações.
  2. Recentemente, comprei BDRs do Google (GOGL34), que subiram por ocasião dos bons resultados da companhia no terceiro trimestre de 2021 e também pelo fato de essa empresa ter receita em dólar. Isso fez com que a alta da moeda americana puxasse os papéis do Google para cima, quando convertidos para reais.

Nos últimos 30 dias, os BDRs do Google subiram nada menos do que 4,21%. Enquanto isso, os FIIs que eu tenho na carteira caíram em média XX.

Veja como variaram meus ativos no último mês:

  • GOGL34: 4,21%
  • XPBR31: 0,80%
  • CPTS11: -1,50%
  • KNIP11: -2,41%
  • HASH11: -2,71%
  • URPR11: -5,87%
  • Ibovespa: -6,05%
  • BIDI11: -11,30%

Atualmente, o ativo com maior espaço na minha carteira é o GOGL34, representando 38% de todos os meus investimentos na Bolsa.

Já o Banco Inter (BIDI11) despencou 11%, mas ele só representa 4% da minha carteira, de modo que acabou não pesando tanto.

Um ativo que de fato contribuiu para derrubar meus investimentos nos últimos 30 dias foi o FII URPR11. Trata-se de um fundo imobiliário de papel, ou seja, que possui recebíveis de contratos imobiliários – no caso, residenciais. Ele recuou quase 6%.

No momento, estou reestruturando minha carteira devido à proximidade das eleições de 2022. No período, quero dolarizar boa parte do meu patrimônio, ou seja, investir em ativos cujos preços são muito sensíveis ao dólar e pouco ao real.

Por isso o movimento de compra de Google, nos últimos meses, que já me ajudou a amortecer a queda recente da Bolsa brasileira. Nos próximos dias ou semanas, devo continuar saindo de fundos imobiliários e aumentando minha exposição a este e/ou outros BDRs.


ESTE COMENTÁRIO NÃO É UMA RECOMENDAÇÃO DE INVESTIMENTO. TRATA-SE APENAS DO RELATO DE UM INVESTIDOR A RESPEITO DE SUA PRÓPRIA ESTRATÉGIA.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App