Minha carteira caiu 50% e recuperei em três meses – Investidor 2

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

As últimas semanas tem sido difíceis para todos nós que investimos na bolsa. Tem servido para colocar a prova nosso estômago e nossa convicção de que estamos fazendo a coisa certa.

Minha carteira caiu mais de 10% só no último mês. Não é fácil, mas estou conseguindo me manter tranquilo. E estou tranquilo por conseguir ver que minhas empresas tem resultados promissores e que os juros ainda não impactam seus negócios de forma significativa. Sigo acompanhando.

Outra coisa que ajuda a me deixar tranquilo é a experiência (que nem é tanta assim). Essa semana fez 4 anos que invisto na bolsa de forma consistente, com aportes mensais, estudando as empresas e entendendo o mercado. No começo eu só seguia cegamente as recomendações das casas de análises, mas com o tempo passei a entender um pouco mais e comecei a tomar algumas decisões por conta própria. Diria que hoje sigo cerca de 70% das recomendações.

Nada melhor pra deixar a gente calejado do que a sequencia de quedas e de circuit brakes que aconteceram ano passado. Haja convicção pra ter passado por aquele período sem sair da bolsa e, melhor, aumentando o investimento e fazendo movimentações para aproveitar as melhores oportunidades.

Na pandemia, minha carteira chegou a cair 50% e recuperei em 3 meses.

Figura 1 – Rendimento da carteira desde Fevereiro/2020

A rentabilidade dos meses seguintes mostraram que manter o foco nas empresas e nos seus resultados realmente é a melhor coisa a se fazer. Na época, algumas empresas chegaram a ser negociadas a preço de empresa quebrada mesmo tendo caixa líquido.

De qualquer maneira, não pensem que é fácil passar por quedas fortes. Nunca é. Já ter passado bem por uma crise ajuda, mas não evita os calafrios.

Semana passada mostrei aqui a evolução dos resultados de Banco Inter e Sinqia nos últimos trimestres. A temporada de resultados começou! É uma ótima oportunidade para ver os números e ouvir das empresas como os seus negócios são impactados pelo novo cenário macro.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App