MSFT34: Conheça a BDR da Microsoft listada na Bolsa e o balanço do 3º trimestre

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

MSFT34 é o código do Brazilian Depositary Receipt (BDR) da Microsoft negociado no Brasil.

Aqui no Blog do Grana, você saberá um pouco mais sobre esse recibo de ação estrangeira da Microsoft listado na Bolsa brasileira (B3).

Em seguida, confira na sequência do texto, o relatório de mercado do Santander Brasil sobre o BDR MSFT34 e o relatório da Levante Research sobre o balanço da Microsoft no terceiro trimestre de 2021.

Visão do Santander sobre o BDR MSFT34

Os estrategistas de BDRs do Santander Brasil, Luiz Adolfo Schiller e Ricardo Vilhar Peretti, detalharam informações relevantes sobre a Amazon. Confira abaixo!

Atuação da Microsoft – MSFT34

Conforme o texto, a Microsoft é conhecida pela plataforma de trabalho Office, mas também se destaca em diversas frentes de atuação.

De acordo com os analistas, o Microsoft Azure é uma das líderes de mercado em serviços de nuvem, que tem uma vantagem competitiva em relação aos demais: promete uma transição sem percalços entre os programas tradicionais e sua plataforma.

Além disso, suas principais aplicações incluem: Azure, Teams, LinkedIn, Microsoft Office (tradicional), Office 365 (nuvem), Skype, Dynamics 365, Exchange.

Vale lembrar que a Microsoft também desenvolve jogos cada vez mais baseados na nuvem.

Microsoft vale a pena

Conforme o relatório, a Microsoft gera lucro econômico que é sustentado por barreiras de entrada como o forte efeito de rede (grande participação de mercado das suas soluções) e custo de substituição.

De acordo com os estrategistas, a Microsoft vem acelerando a transformação de negócio de venda tradicional de softwares para assinaturas, o que gera receitas mais recorrentes.

“Concluímos esperando que a empresa tenha retornos acima do mercado no curto e no médio prazo, e que deva sustentar sua capacidade de produzir lucros com elevada margem no longo prazo”, descreveram os analistas.

Balanço da Microsoft – BDR MSFT34 – na visão da Levante Research

De acordo com o relatório da Levante Research, os números da Microsoft do terceiro trimestre de 2021 vieram “fortes” com as principais linhas de receita, margens e lucro líquido acima das expectativas.

O lucro por ação da Microsoft foi de US$ 2,27 e bateu as estimativas, que giravam na casa dos US$ 2,08 por ação.

A receita líquida foi de US$ 45,31 bilhões, crescimento de 22% na comparação anual e cerca de 3% acima das expectativas.

O resultado foi impulsionado pelo acréscimo de 31% na receita de Inteligência em Nuvem.

Houve aumento de 22% na receita de Produtividade e Processos e aumento de 12% na receita de Computação Pessoal.

O resultado operacional medido pelo EBIT foi de US$ 20,23 bilhões, crescimento de 27% ano contra ano.

A margem operacional aumentou um pouco, de 43% para 45%.

Riscos e incertezas sobre Microsoft – BDR MSFT34

De acordo com o relatório da Levante Research, a companhia em sua primeira linha do que espera pela frente, anunciou que espera enfrentar maior competição e com isso pode gerar um impacto negativo na receita ou nas margens.

Após o forte resultado da Microsoft, esperamos impacto positivo no preço das ações da Microsoft no curto
prazo.

Contudo, o comunicado da companhia de que as pressões competitivas devem enfraquecer os próximos relatórios podem limitar os ganhos.

Crescimento das receitas da Microsoft

Ainda segundo a Levante Research, a toada positiva dos últimos trimestres seguiu no terceiro trimestre de 2021 e todos os três segmentos apresentaram crescimentos interessantes nas receitas.

Por exemplo, Produtividade e Processos, em que está o Office, cresceu 31%.

Inteligência em Nuvem, segmento da Microsoft Azure, cresceu 22%.

A Computação Pessoal aumentou suas receitas em 12%. As variações desconsideram a variação cambial para melhor efeito comparativo.

Um ponto marginalmente negativo foi a taxa de crescimento do segundo segmento, um pouco inferior aos últimos períodos.

De acordo com a Levante, assim como Google, os ventos seguem favoráveis para a Microsoft.

Nesse sentido positivo estão: digitalização dos negócios (capturado pela Azure), venda de dispositivos (desde o sistema operacional Windows, até softwares como o Office e os games, com Xbox).

Linhas menos relevantes no mix como publicidade e até mesmo o LinkedIn seguem desempenhando bem, crescendo a taxas robustas.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App