Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6) influenciam queda de 1,34% do Ibovespa

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6): aumenta o risco de ações de estatais após as últimas decisões do governo.

Antes de mais nada, aqui no Blog do Grana, você saberá os principais assuntos que movimentam a Bolsa (B3) nessa sexta-feira (22/10).

O principal índice de ações (o Ibovespa) fechou em queda de 1,34%, aos 106.296 pontos.

Segundo profissionais de mercado, a debandada de integrantes da equipe econômica após a proposta para “furar” o teto de gastos em 2022 desagradou os investidores.

De acordo com a informações da B3, o dólar até caiu um pouco. “O discurso do ministro Paulo Guedes vai na linha de que ele não vai pedir demissão. Isso deu um alento, mas o mercado não gostou da questão fiscal e enxerga tudo isso como uma pedalada fiscal”, observou a economista-chefe da Ourinvest, Fernanda Consorte, ao Blog do Grana.

Conforme observa Rodrigo Moliterno, head de renda variável da Veedha Investimentos, o mercado segue com volatilidade. “Após a fala de Paulo Guedes, as ações reagiram, com destaque para Vale e bancos, papéis de commodities subiram, mas o setor de varejo teve destaque negativo”, afirmou.

Maiores altas e principais quedas

Entre as maiores altas do dia ficaram: +7,56% Klabin (KLBN11), +7,32% Suzano (SUZB3), +2,81% Qualicorp (QUAL3).

Já entre as principais baixas estavam: -8,89% Locaweb LWSA3, -6,65% Americanas (AMER3) e -6,53% Banco Inter (BIDI11).

Em seguida, na sequência do texto, confira as notas sobre empresas que movimentaram o pregão dessa sexta-feira, de acordo com relatórios* de mercado.

Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6)

Depois que o governo decidiu “furar” o teto de gastos em 2022, analistas de mercado passaram a considerar o aumento do risco em ações de estatais como Petrobras e Eletrobras.

“Evitar qualquer ação de empresa estatal. Apesar de eventuais resultados positivos à frente, o risco político dessas empresas é muito elevado e não justifica o investimento”, descreve relatório da Levante Research.

PETR4 caiu 0,98% e fechou em R$ 27,18 por ação PN.

ELET6 tombou 2,83% e encerrou em R$ 35,06 por ação PNB

Destaques do Ibovespa hoje

ELETROBRAS (ELET6)

A Eletrobras informou que o preço da energia elétrica produzida pela Usina Termelétrica Nuclear de Angra 3 será o resultante dos estudos do BNDES.

De acordo com o comunicado, o estudo considerará a viabilidade econômico-financeira do empreendimento no prazo do contrato de comercialização da energia da usina, bem como seu financiamento em condições de mercado.

Caixa Seguridade (CXSE3)

A Caixa Seguridade (CXSE3) aprovou pagamentos de dividendos no valor de R$ 0,244 por papel.

Os dividendos serão pagos no dia 16 de novembro de 2021 e terão como base a posição acionária de 4 de novembro deste ano.

Em resumo, o valor total é de R$ 733.838.520,93 – equivalente a 90,0% do lucro líquido ajustado do período.


MULTIPLAN (MULT3)

A Multiplan concluiu emissão de R$ 450 milhões em debêntures (títulos de dívida corporativa) com prazo de 7 anos.

Conforme o comunicado, a demanda dos investidores chegou a R$ 2,1 bilhões, cerca de 4,7 vezes o valor total da operação.


ALIANSCE SONAE (ALSO3)

Carlos Alberto Correa se desligará do cargo de diretor financeiro no fim de novembro, por decisão pessoal.

De acordo com a Aliansce Sonae, até o fim do período, todas as atribuições do cargo serão transferidas para José Baeta Tomás.


MRV (MRVE3)

A MRV aprovou uma emissão de debêntures da empresa, no valor total de R$ 700 milhões, dividido em até 2 séries.


TRISUL (TRIS3)

De acordo com a Trisul, os lançamentos somaram R$ 303,5 milhões no terceiro trimestre de 2021, crescimento de 22% na comparação anual.


NEOENERGIA (NEOE3)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou quinta revisão tarifária periódica da Neoenergia Brasília.

Conforme o comunicado, o efeito médio ao consumidor será de 11,10%, valendo a partir de hoje (22/10).


CESP (CESP6)

De acordo com a Cesp, um Comitê especial independente ficará responsável por negociar a reorganização societária proposta por Votorantim e CPPIB.


COPEL (CPLE6)

Conforme a Copel, o segmento chamado “mercado fio” teve alta de 8,3% em energia vendida no terceiro trimestre de 2021 contra a comparação de um um ano antes.


MINERVA (BEEF3)

A Minerva concluiu ontem (21) a oferta da uma emissão de debêntures simples, no valor de R$ 400 milhões.

De acordo com a Minerva, os títulos da dívida corporativa terão vencimento em 5 anos, com remuneração de juros do CDI (taxa do certificado de depósito interfinanceiro) mais um prêmio (ganho) adicional de 1,60% ao ano.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R Petroleum confirmou que pretende realizar oferta subsequente de ações, de valor ainda sob estudo e com data de lançamento a ser definida.

Os recursos serão direcionados para o pagamento de aquisições em curso e investimentos para desenvolvimento de ativos.

Além disso, a companhia registrou pedido de oferta de debêntures no valor de R$ 1,6 bilhão, em até três séries, não conversíveis em ações.

Conforme o comunicado, os recursos da primeira série serão destinados para o pagamento futuro ou reembolso de gastos à implantação do Projeto.

(*) Relatórios consultados da B3, Levante Research, Terra Investimentos e Guide Investimentos

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App