Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6) influenciam queda de 1,34% do Ibovespa

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6): aumenta o risco de ações de estatais após as últimas decisões do governo.

Antes de mais nada, aqui no Blog do Grana, você saberá os principais assuntos que movimentam a Bolsa (B3) nessa sexta-feira (22/10).

O principal índice de ações (o Ibovespa) fechou em queda de 1,34%, aos 106.296 pontos.

Segundo profissionais de mercado, a debandada de integrantes da equipe econômica após a proposta para “furar” o teto de gastos em 2022 desagradou os investidores.

De acordo com a informações da B3, o dólar até caiu um pouco. “O discurso do ministro Paulo Guedes vai na linha de que ele não vai pedir demissão. Isso deu um alento, mas o mercado não gostou da questão fiscal e enxerga tudo isso como uma pedalada fiscal”, observou a economista-chefe da Ourinvest, Fernanda Consorte, ao Blog do Grana.

Conforme observa Rodrigo Moliterno, head de renda variável da Veedha Investimentos, o mercado segue com volatilidade. “Após a fala de Paulo Guedes, as ações reagiram, com destaque para Vale e bancos, papéis de commodities subiram, mas o setor de varejo teve destaque negativo”, afirmou.

Maiores altas e principais quedas

Entre as maiores altas do dia ficaram: +7,56% Klabin (KLBN11), +7,32% Suzano (SUZB3), +2,81% Qualicorp (QUAL3).

Já entre as principais baixas estavam: -8,89% Locaweb LWSA3, -6,65% Americanas (AMER3) e -6,53% Banco Inter (BIDI11).

Em seguida, na sequência do texto, confira as notas sobre empresas que movimentaram o pregão dessa sexta-feira, de acordo com relatórios* de mercado.

Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6)

Depois que o governo decidiu “furar” o teto de gastos em 2022, analistas de mercado passaram a considerar o aumento do risco em ações de estatais como Petrobras e Eletrobras.

“Evitar qualquer ação de empresa estatal. Apesar de eventuais resultados positivos à frente, o risco político dessas empresas é muito elevado e não justifica o investimento”, descreve relatório da Levante Research.

PETR4 caiu 0,98% e fechou em R$ 27,18 por ação PN.

ELET6 tombou 2,83% e encerrou em R$ 35,06 por ação PNB

Destaques do Ibovespa hoje

ELETROBRAS (ELET6)

A Eletrobras informou que o preço da energia elétrica produzida pela Usina Termelétrica Nuclear de Angra 3 será o resultante dos estudos do BNDES.

De acordo com o comunicado, o estudo considerará a viabilidade econômico-financeira do empreendimento no prazo do contrato de comercialização da energia da usina, bem como seu financiamento em condições de mercado.

Caixa Seguridade (CXSE3)

A Caixa Seguridade (CXSE3) aprovou pagamentos de dividendos no valor de R$ 0,244 por papel.

Os dividendos serão pagos no dia 16 de novembro de 2021 e terão como base a posição acionária de 4 de novembro deste ano.

Em resumo, o valor total é de R$ 733.838.520,93 – equivalente a 90,0% do lucro líquido ajustado do período.


MULTIPLAN (MULT3)

A Multiplan concluiu emissão de R$ 450 milhões em debêntures (títulos de dívida corporativa) com prazo de 7 anos.

Conforme o comunicado, a demanda dos investidores chegou a R$ 2,1 bilhões, cerca de 4,7 vezes o valor total da operação.


ALIANSCE SONAE (ALSO3)

Carlos Alberto Correa se desligará do cargo de diretor financeiro no fim de novembro, por decisão pessoal.

De acordo com a Aliansce Sonae, até o fim do período, todas as atribuições do cargo serão transferidas para José Baeta Tomás.


MRV (MRVE3)

A MRV aprovou uma emissão de debêntures da empresa, no valor total de R$ 700 milhões, dividido em até 2 séries.


TRISUL (TRIS3)

De acordo com a Trisul, os lançamentos somaram R$ 303,5 milhões no terceiro trimestre de 2021, crescimento de 22% na comparação anual.


NEOENERGIA (NEOE3)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou quinta revisão tarifária periódica da Neoenergia Brasília.

Conforme o comunicado, o efeito médio ao consumidor será de 11,10%, valendo a partir de hoje (22/10).


CESP (CESP6)

De acordo com a Cesp, um Comitê especial independente ficará responsável por negociar a reorganização societária proposta por Votorantim e CPPIB.


COPEL (CPLE6)

Conforme a Copel, o segmento chamado “mercado fio” teve alta de 8,3% em energia vendida no terceiro trimestre de 2021 contra a comparação de um um ano antes.


MINERVA (BEEF3)

A Minerva concluiu ontem (21) a oferta da uma emissão de debêntures simples, no valor de R$ 400 milhões.

De acordo com a Minerva, os títulos da dívida corporativa terão vencimento em 5 anos, com remuneração de juros do CDI (taxa do certificado de depósito interfinanceiro) mais um prêmio (ganho) adicional de 1,60% ao ano.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R Petroleum confirmou que pretende realizar oferta subsequente de ações, de valor ainda sob estudo e com data de lançamento a ser definida.

Os recursos serão direcionados para o pagamento de aquisições em curso e investimentos para desenvolvimento de ativos.

Além disso, a companhia registrou pedido de oferta de debêntures no valor de R$ 1,6 bilhão, em até três séries, não conversíveis em ações.

Conforme o comunicado, os recursos da primeira série serão destinados para o pagamento futuro ou reembolso de gastos à implantação do Projeto.

(*) Relatórios consultados da B3, Levante Research, Terra Investimentos e Guide Investimentos

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App