Bolsa hoje: Saiba os principais destaques do Ibovespa, que tombou 2,75%

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Destaques do Ibovespa!

Antes de mais nada, aqui no Blog do Grana, você fica sabendo quais são os principais assuntos que movimentaram a Bolsa hoje.

O Ibovespa caiu 2,75% nessa quinta-feira (21/10) e encerrou aos 107.735 pontos.

De acordo com profissionais de mercado, o principal motivo para a forte queda das ações foi a iniciativa do ministro da Economia, Paulo Guedes, de pedir “licença” para furar o teto de gastos para bancar o Auxílio Brasil.

“Se tem uma coisa que o mercado não gosta é de governo que dá guinadas populistas e flerta com a irresponsabilidade fiscal, ainda mais tratando-se de um país emergente como o Brasil”, comentou Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

“Tirar o teto de gasto e precatórios com limitações podem ser entendidos como abertura de porteira para mais gastos ineficientes, tendo em vista as próximas eleições polarizadas de 2022. Vamos perder a âncora, sem colocar nada no lugar”, avaliou Alvaro Bandeira, economista-chefe da Modalmais.

Nesse sentido, o dólar subiu 1,11% e encerrou cotado em R$ 5,65 no mercado à vista.

Destaques do Ibovespa – Maiores altas

Apenas duas ações do Ibovespa fecharam no azul. Confira abaixo:

Suzano (SUZB3) +1,65%, a R$ 49,20 por ação ON

BB Seguridade (BBSE3) +0,80%, a R$ 21,50 por ação ON

Destaques do Ibovespa – Principais baixas

Getnet Brasil (GETT11) -19,76%, a R$ 6,70 por unit

Americanas (AMER3) -10,76%, a R$ 35,42 por ação ON

Banco Inter (BIDI11) -10,70%, a R$ 43,00 por unit

Banco Inter (BIDI4) -10,57%, a R$ 14,55 por ação PN

Lojas Americanas (LAME4) -10%, a R$ 5,67 por ação PN

Em seguida, na sequência do texto, as notas sobre as empresas que movimentaram o pregão da B3 nessa quinta-feira, de acordo com relatórios* do mercado.

Destaques do Ibovespa – fatos operacionais

PETROBRAS (PETR4)

A Petrobras registrou uma produção média no terceiro trimestre deste ano de 2,83 milhões de barris de óleo equivalente por dia de petróleo, gás natural e líquido de gás natural (LGN).

Segundo a Petrobras, esse foi um crescimento de 1,2% frente ao segundo trimestre deste ano, mas retração de 4,1% na comparação anual.

Além disso, no acumulado dos nove primeiros meses deste ano, a produção recua 3,1%.


JHSF (JHSF3)

As vendas líquidas da JHSF caíram 18,8% no terceiro trimestre de 2021, na comparação anual, para R$ 333,7 milhões.


EMBRAER (EMBR3)

A Embraer entregou um total de 30 jatos no terceiro trimestre de 2021, sendo nove comerciais e 21 executivos (14 leves e sete grandes).

No final de setembro de 2021, a carteira de pedidos firmes (chamada de backlog) totalizava US$ 16,8 bilhões.

Ao longo do terceiro trimestre, no segmento de aviação executiva, a Embraer entregou seu jato executivo de número 1.500.

GAFISA (GFSA3)

A Gafisa registrou vendas brutas de R$ 159 milhões no no terceiro trimestre de 2021, aumento de 11% na comparação anual.

Além disso, os lançamentos da construtora somaram R$ 692 milhões no terceiro trimestre de 2021, atingindo R$ 1 bilhão de lançamento em 2021.

Como consequência natural do alto volume de lançamentos realizados no 3º trimestre de 2021, o estoque de unidades cresceu 30% com relação ao trimestre anterior.

Enfim, a maior proporção de estoques em lançamento demonstra a retomada do crescimento da companhia.

Destaques do Ibovespa – Comunicados de mercado


MARFRIG (MRFG3) e BRF (BRFS3)

Marfrig e BRF reafirmaram ao mercado decisão do plenário do Cade que confirmou a aprovação sem restrições da operação entre as companhias.


BRASKEM (BRKM5)

Acionistas da Braskem aprovaram aditivo em contrato de etano da Braskem Idesa com Pemex, controlada indireta concluiu plano de refinanciamento de dívida.


PORTO SEGURO (PSSA3)

De acordo com a seguradora foi aprovado o aumento do capital social da empresa, no valor de R$ 4 bilhões.


CCR (CCRO3)

Controlada pela CCR, a Concessionária do Bloco Sul assinou com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o contrato de concessão para a ampliação, manutenção e exploração de dez aeroportos.

Anteriormente, a companhia havia vencido o leilão pelos ativos em abril.

De acordo com a empresa, os aeroportos em questão são os de Curitiba (PR), São José dos Pinhais (PR), Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR), Bacacheri (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS), pelo prazo de 30 anos.


BANCO Bmg (BMGB4)

O Banco Bmg fechou contrato de intenções para adquirir parte da fintech O2OBOTS Inteligência Artificial.

O valor da potencial transação não foi revelado.

(*) Relatórios de mercado consultados da B3, Clear Corretora, Modalmais, Levante Research, Terra Investimentos e Guide Investimentos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App