Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

A carteira do Investidor 2 teve uma rentabilidade de 87% desde o início de 2020. Abaixo, ele explica a sua estratégia.

Meus investimentos na bolsa são de longo prazo. Meu plano é juntar um valor que seja suficiente para, daqui uns 15 a 20 anos, gerar renda passiva suficiente para me aposentar.

Faço aportes mensais mas raramente troco os papéis. Normalmente vou crescendo a participação nas empresas que já possuo. Já tive empresas com foco em dividendo mas preferi mudar a estratégia para value investing e growth investing.

De vez em quando entro em algum IPO que me chama mais atenção.

Minha carteira é formada principalmente por ações recomendadas pelas casas de research que sigo mas não é cópia de nenhuma delas. Compro quando a explicação dada para recomendação me convence e quando é um setor que acredito. Tento entender bem cada uma das empresas.

Tento ter no máximo 20 papéis. Mais do que isso os resultados diluem muito e fica difícil acompanhar. E tenho concentração em algumas empresas que acredito mais.

Tenho um short do índice bovespa de cerca de 20% da minha carteira. Uso pra financiar algumas compras e acelerar meus ganhos. Considerando que minha carteira cresce mais que o IBOV, tem funcionado.

Minhas últimas vendas foram saídas de GAFISA e MOSAICO. Troquei por outras empresas da minha carteira tinham melhor visibilidade de resultado.

As última compras foram MRV e MOVIDA. MRV tem um crescimento contratado que o mercado ainda não precificou e MOVIDA é de um setor que acredito muito.

Também entrei no IPO de RAIZEN por ser uma empresa com bom retrospecto.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App