Tesouro Direto passa a pagar investidor no mesmo dia da solicitação de resgate (D+0)

Share on twitter
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

O programa de compra e venda de títulos públicos federais pela internet (Tesouro Direto) passou a pagar o investidor pessoa física no mesmo dia da solicitação de resgate (D+0), se o pedido for feito até às 13 horas (uma da tarde). Antes, o pagamento na conta do aplicador era feito no dia útil seguinte ao da solicitação (D+1). Vale lembrar que quando o Tesouro Direto foi lançado em 2002, o investidor fazia a solicitação de resgate e o pagamento era programado para a quarta-feira seguinte, data que a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) estabelecia para transferências nas contas.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (13/08), a B3 informou que a mudança está alinhada com o mercado e tem o objetivo de trazer mais agilidade e eficiência para esses títulos. Na prática, com essa iniciativa, o Tesouro Direto se equipara aos fundos simples e fundos de renda fixa DI de curto prazo que transferem os recursos no mesmo dia (D+0).

A B3 ressalta que a implementação acontece para todas as solicitações efetuadas antes das 13h, e em condições normais de operação de mercado. Todos os pedidos de resgate realizados após este horário serão efetuados em D+1, como já ocorria anteriormente. Desta forma, o investidor passa a ter acesso aos seus recursos no mesmo dia da solicitação.

“A B3 e o Tesouro Nacional estão sempre em busca da melhoria constante, e com base na escuta das necessidades do mercado conseguimos fazer a redução do prazo de liquidação do Tesouro Direto, abrindo novos horizontes para as estratégias de alocação de recursos dos investidores de forma alinhada às expectativas do mercado como um todo” – Vinicius Brancher, superintendente de Relacionamento com Pessoa Física da B3, em nota.

Segundo a B3, o Tesouro Direto permite aplicações a partir R$ 30 em títulos públicos federais. O programa possui mais de mais de 1,6 milhão de investidores pessoas físicas.

O produto oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (Tesouro Prefixado, Tesouro IPCA e Tesouro Selic), diferentes prazos de vencimento e diferentes fluxos de remuneração. A B3 acrescenta que o Tesouro Direto oferece liquidez diária, sendo considerada a aplicação de menor risco de crédito do mercado brasileiro.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fique por dentro!

Receba notícias como esta no seu e-mail.

Receba em primeira mão nossas novidades

Assine nossa Newsletter

Baixe já nosso App